Infantil

Exposições para ver com as crianças

Mundo dos Dinossauros, em cartaz no Zoológico, está entre as boas pedidas

Por: - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Confira as exposições para levar a garotada.

+ As melhores peças infantis em cartaz

  • “Klift Kloft Still, a porta se abriu!” Logo na entrada da mostra, o boneco do Porteiro recebe os visitantes com o mesmo bordão com que recepcionava os personagens Pedro (interpretado por Luciano Amaral), Biba (Cynthia Rachel) e Zequinha (Fredy Allan) no programa de TV, que estreou em 1994. De cara, a frase mexe com a memória dos adultos e encanta as crianças. Na ótima exposição concebida pela equipe do MIS, comandada por André Sturm, em parceria com a TV Cultura, dez espaços reproduzem com capricho os ambientes do seriado. É possível interagir com a cobra Celeste no belíssimo saguão e visitar o quarto do Nino (Cássio Scapin). Igualmente de encher os olhos, a biblioteca tem como anfitrião o Gato Pintado. Ali e em todo canto, os visitantes podem mexer no cenário. Você também vai se divertir na cozinha, no quarto da Morgana (Rosi Campos)... E as outras figuras? Mau, Doutor Abobrinha e Caipora estão por lá. Durante o passeio, monitores de televisão apresentam trechos do programa e ajudam a refrescar a memória do público. Itens de acervo, fotos, roteiros e até as roupas originais contam como foi possível tornar a fantasia real. No dia 17/1, o museu abriu uma exposição paralela chamada Castelo Rá-Tim-Bum por 50 Artistas, com pinturas que retratam personagens e cenários do seriado. De 16/7/2014. Até 25/1/2015.  Virada: No último fim de semana, a mostra ficará aberta das 7h da manhã de sábado (24) até as 21h do domingo (25); os ingressos podem ser adquiridos apenas pela internet. + Exclusivo: vinte anos depois, atores e criadores contam segredos dos bastidores do Castelo Rá-Tim-Bum + Passeios, mostras e mais atrações gratuitas na cidade
    Saiba mais
  • Criar marionetes de madeira e dar vida a elas no palco é a especialidade do grupo mineiro Giramundo. Para desvendar as técnicas usadas pela trupe há 44 anos e apresentar um panorama de sua produção, o Itaú Cultural organizou a mostra Ocupação Giramundo. Estão ali diversas peças que participaram de histórias como Pedro e o Lobo, O Guarani e Os Orixás, e é impossível não se encantar com o colorido conjunto. Além dos bonecos, chamam a atenção das crianças diversas reproduções de cartazes de espetáculos já apresentados, além de um pequeno palco, montado no centro da área de exposição. No espaço os visitantes podem experimentar (e descobrir como é difícil) manipular os personagens. Para quem estiver com tempo, vale a pena assistir ao vídeo que explica os bastidores da elaboração de cada nova figura. Às quintas e sextas-feiras, entre 15 e 20 horas, um artista trabalha em uma pequena oficina desenhando e construindo marionetes e, nos fins de semana, das 11 às 15 horas, trechos dos espetáculos da companhia são encenados. Estreou em 29/11/2014.  Até 11/1/2015.
    Saiba mais
  • A habilidade em reproduzir seres humanos à perfeição deu fama ao australiano Ron Mueck, que tem nove de suas esculturas expostas na Pinacoteca do Estado. As obras produzidas com resina, fibra de vidro, silicone e acrílico atraem, sobretudo, pelo alto nível técnico. A unha mal cortada, as rugas na pele e até o peso do corpo sobre o chão impressionam. Mas, passado o primeiro impacto, a sensação é de falta de profundidade, mesmo que cada personagem carregue certa expressão de tristeza. Exceção, o casal de idosos que ocupa o octógono do museu, de 4 metros de altura, mantém o efeito hipnótico. Muita gente chega a enfrentar filas de três horas para ver as criações de Mueck. Para organizar o fluxo de visitantes, foram liberadas duas entradas: uma para a badalada mostra e a outra para conferir o acervo permanente e os demais artistas em cartaz. Um ponto negativo da montagem é o percurso obrigatório em sentido único para apreciar as esculturas hiper-realistas. Ou seja, depois que se troca de sala, não se pode mais retornar à anterior para rever alguma coisa. Por isso, faça todas as selfies que quiser antes de ver a próxima obra. No fim do circuito, um vídeo de 45 minutos registra Mueck em ação no seu ateliê em Londres. De 20/11/2014. Até 22/2/2015. + 10 curiosidades sobre Ron Mueck, o criador de esculturas hiper-realistas + O que está acontecendo com as exposições na era das selfies + Começa montagem da mostra de Ron Mueck na Pinacoteca
    Saiba mais
  • Mais de 150 000 pessoas já passaram pela Praça das Artes para conferir a mostra O Mundo segundo Mafalda, que explora de forma criativa o universo da curiosa personagem criada na década de 60 pelo cartunista argentino Quino. O espectador encontra na exposição que comemora os 50 anos da protagonista treze seções temáticas, além de oficinas de invenções e de desenho de histórias em quadrinhos. Cada uma aborda as características dessa interessante figura. Durante o passeio, chama atenção um grande painel montado com fores de pano, que representa o amor da menina pela primavera — este, aliás, é um dos points mais fotografados pelos visitantes do espaço. Ao som de Beatles (sua banda favorita), são feitas no ambiente referências a itens que ela odiava, da sopa a moscas e guerras. Os inseparáveis amigos da menina, Manolito, Felipe, Susanita, Miguelito, Guille e Libertad, também marcam presença. Com seu humor ácido e crítico, Mafalda trouxe questionamentos importantes e ainda atuais sobre política e meio ambiente, que aparecem nas tirinhas distribuídas por todos os lados. Para a garotada, foram montadas as chamadas estações de criação. Em uma delas, o desafio é criar a própria história em quadrinhos com carimbos e giz de cera. De 17/12/2014 até 15/3/2015. + Mafalda completa 50 anos; relembre outros personagens que marcaram época + Mauricio de Sousa reclama e perfil do Twitter exclui piadas da Mônica
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO