Olimpíada

Exército simula atentado terrorista na Arena Corinthians

Atiradores abriram fogo contra militares que faziam o papel de torcedores e até uma bomba foi deflagrada

Por: Veja São Paulo

ITAQUERAO
Arena Corinthians terá forte esquema de segurança durante os dez jogos de futebol  (Foto: Alexandre Battibugli)

O Exército simulou na manhã desta quinta-feira (28) um atentado terrorista na Arena Corinthians. A ação faz parte dos preparativos finais para a Olimpíada no estádio que irá receber dez jogos de futebol entre os dias 3 e 19 de agosto. 

+As adequações da capital para as Olimpíadas

Os oficiais foram submetidos a situações diferentes de perigo: atiradores dispararam contra militares que faziam as vezes de trocedores ao mesmo tempo em que uma bomba era deflagrada. Em outro momento, um grupo teve de ser resgatado de um sequestro.

exercito simulação atentado terrorista metrô olimpíadas
Militares simulam atentado terrorista no metrô (Foto: Leo Martins)

A simulação também testou as barracas infláveis usadas para desintoxicar vítimas de ataques químicos com militares paramentados com máscaras. Ao todo, 3 000 oficiais do exército irão integrar o time de segurança no estádio em dias de jogos.

A preocupação com ataques terroristas durante os Jogos norteou boa parte do planejamento de segurança feito pela Polícia Militar em conjunto com o Exército. Testes semelhantes ao desta quinta-feira foram feitos na capital em outros locais de grande circulação de pessoas, como estações de metrô. Na madrugada de quarta-feira (20), o Exército levou 100 homens à Estação Paraíso do metrô para uma encenação de atentado a bomba, com soldados na pele de terroristas e vítimas. Durante duas horas, projéteis não letais e bombas de fumaça, para emular o efeito de granadas, foram disparados e lançados nas plataformas.

+ Confira as últimas notícias 

Fonte: VEJA SÃO PAULO