Projeto

Lei quer liberar enterro de animais em cemitérios municipais

Se aprovada, proposta permitirá sepultar bichinhos de estimação junto com os familiares

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

Mistérios da cidade 2219 cachorros
O projeto de lei precisa ser aprovado em duas votações na Câmara e sancionado pelo prefeito (Foto: Fernando Moraes)

Projeto de autoria de dois vereadores pretende autorizar que animais domésticos sejam enterrados nos cemitérios municipais de São Paulo. Caso seja aprovada, a lei libera aqueles que já possuem jazigos a enterrarem seus bichinhos junto com os familiares.

 

A proposta ainda precisa ser aprovada em duas votações na Câmara e sancionada pelo prefeito. Em suas justificativas o projeto diz que “as pessoas em geral se desesperam sem saber para onde destinar o cadáver”.

Roberto Trípoli (PV), um dos propositores ao lado de Antônio Goulart (PSD), afirma que essa é uma demanda antiga reivindicada há algum tempo por integrantes da sociedade. “Agora que a população está mais sensível a essa questão, essa lei faz mais sentido. Todas as minhas leis geram uma polêmica no início até as pessoas entenderem melhor a proposta”.

O vereador acredita que a lei passará sem restrições na primeira votação, mas afirma que gostaria de fazer uma audiência pública antes da segunda votação. “Vamos também conversar com o prefeito e sensibilizá-lo. Ele gosta de animais”.

Atualmente, quem deseja enterrar o bichinho de estimação deve procurar algum dos cemitérios particulares. Os serviços vão desde enterro em valas individuais ou comunitárias, sepultamento em gavetas, ou cremação.

A lei que permite que animais sejam sepultados em áreas privadas foi aprovada em 1988, pelo então prefeito Jânio Quadros. Segundo a legislação, cada cemitério deve destinar 10% do terreno para animais de pessoas comprovadamente carentes.

Fonte: VEJA SÃO PAULO