Gastronomia

Dois endereços paulistanos disputam a final do melhor prato feito do país

Capital está representada por nhoque de quiabo e galinhada. Júri técnico decide o vencedor dia 8 de agosto

Por: Bruno Cesar Dias - Atualizado em

nhoque de quiabo Santa Receita
Nhoque revisitado: prato do Santa Receita tem massa de batata-doce com quiabo e leva frango confitado no melaço (Foto: Divulgação)

Entre mais de cem inscritos, os restaurantes Santa Receita e Santa Ana Bistrô entraram na lista dos cinco finalistas ao título de melhor prato feito do Brasil. A promoção para eleger o popular PF foi criada pela Ticket, que convidou seus conveniados a apresentarem receitas inspiradas na gastronomia brasileira. Dez selecionados fizeram suas campanhas no boca a boca e na internet do início de junho até a última quarta (25), quando os cinco mais votados foram anunciados. Agora, enfrentarão um júri técnico, que avaliará as criações no dia 8 de agosto. Na disputa estão ainda o Aconchego, de Navegantes (SC); Ponto X, de Pedreiras (MA), e Quinhentos Graus, de Poços de Caldas (MG).

+ O teste do rodízio árabe

+ Confira o melhor da gastronomia de São Paulo no canal Restaurantes

+ O frango do São Judas, de São Bernardo do Campo, é avaliado por três chef

Em comum, os dois representantes da cidade operam no modelo de bistrô, com pratos simples em cardápios enxutos. “Comemoramos nosso primeiro aniversário em setembro e é muito bom receber esse retorno”, diz a sócia Marcela Moraes, que, com a amiga Silvia Penna, dirige o Santa Receita, no bairro da Vila Olímpia.

Prato regular do cardápio, o nhoque de quiabo com confit de frango e cebola surgiu das mãos da chef Lizandra Sfredo. “Ela faz uma versão de beterraba muito bem aceita pelo público e resolvemos adaptá-la para algo ainda mais tradicional”, diz Marcela. A escolha recaiu sobre o quiabo que, misturado com a batata-doce, compõe a massa. Por cima vem o frango desfiado com cebola, confitados num preparado de melaço, mostarda e alecrim. Para finalizar, salpicam castanhas-de-caju.

Galinhada Santa Ana Bistrô
O segredo está na grelha: a galinhada do Santa Ana Bistrô serve o quiabo inteiro e não cortado, para evitar a baba (Foto: Divulgação)

No bairro de Campos Elíseos fica o Santa Ana Bistrô, inaugurado em 2009. Flademir Sá cuida da administração enquanto sua irmã Elaine responde pela cozinha. Mesmo com um menu dedicado aos risotos e às massas, ela oferece uma receita especial a cada dia da semana. Terça é a vez da galinhada. A coxa de frango vem acompanhada de arroz com milho e pimentão e quiabo grelhado, servido inteiro. “O prato acaba geralmente no meio do almoço, pois a procura é grande”, explica a chef. Segundo Elaine, o sucesso está justamente no preparo do legume que motiva aversão em algumas pessoas. “Quando feito na grelha, ele retém o líquido e não desenvolve a baba”.

Os dois pratos finalistas de SP custam 18 reais e, mesmo com a visibilidade recentemente alcançada, continuarão a ser feitos como de costume, sem maiores estardalhaços. “Poderia fazer mais vezes, mas gosto dessa expectativa do cliente. Senão, acaba caindo na mesmice”, conta a chef do Santa Ana.

Fonte: VEJA SÃO PAULO