Especial

Eles também fizeram a diferença no cinema e na TV

Atores que superaram suas dificuldades e se destacaram no audiovisual

Por: Júlia Gouveia [com reportagem de Miguel Barbieri e João Batista Jr.] - Atualizado em

Joana Mocarzel
Joana Mocarzel com Regina Duarte: documentário e novela de Manoel Carlos (Foto: Divulgação)

Joana Mocarzel

Esteve em Do Luto à Luta, documentário que tratava de portadores de Down (Ariel Goldenberg e Rita Pokk também participaram daprodução). Depois, deu brilho à novela Páginas da Vida (2006), na qual interpretava Clarinha, a filha adotivada personagem de Regina Duarte.

Pascal Duquenne
Pascal Duquenne: Palma de Ouro em Cannes (Foto: Divulgação)

+ Ariel Goldenberg brilha em filme sobre portadores de síndrome de Down

Pascal Duquenne

Em1996, o belga Duquenne ,também portador de Down e então com 26 anos, dividiu com o tarimbado Daniel Auteuil o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes pelo filme O Oitavo Dia.

Marlee Matlin
Marlee Matlin: vencedora do Oscar (Foto: Divulgação)

Marlee Matlin

Ainda bebê, Marlee perdeu a audição. A vontade de ser intérprete, porém, a levou ao cinema. Em 1986, ela fez sua estreia, no drama Filhos do Silêncio. Acabou ganhando o Oscar de melhor atriz, superando estrelas do porte de Jane Fonda e Sigourney Weaver.

Danieli Haloten
Danieli Haloten: novelas na Globo (Foto: Divulgação)

Danieli Haloten

Na pele de Anita, de Caras & Bocas, a paranaense ganhou projeção nacional como a primeira cega a atuar numa novela. Hoje, aos 33 anos, ela tem um blog e dá palestras sobre superação e inclusão social.

Fonte: VEJA SÃO PAULO