Acidente

Dilma Rousseff lamenta morte de Roger Agnelli

Presidente diz que país perdeu brasileiro de extraordinária visão; Vale também divulga nota de pesar

Por: Redação - Atualizado em

Roger Agnelli ex-presidente da Vale
O empresário Roger Agnelli, ex-presidente da Vale, que morreu neste sábado (19) (Foto: Fabio Braga/Folhapress)

A presidente Dilma Rousseff divulgou nota neste domingo (20) em que lamenta a morte do ex-presidente da Vale, Roger Agnelli, em decorrência de acidente aéreo ocorrido no sábado (19), em São Paulo.

Ela afirma que recebeu a notícia com pesar e que o Agnelli dedicou a carreira para grandes empresas brasileiras.

A mineradora Vale, da qual Roger Agnelli, foi presidente entre 2001 e 2011, também tornou pública uma carta lamentando o falecimento de sete pessoas.

Neste domingo, familiares dos mortos foram ao Instituto Médico Legal, nas Clínicas, Zona Oeste, para fazer o reconhecimento dos ocupantes da aeronave, prefixo PR-ZRA, que caiu logo após decolar do Aeroporto Campo de Marte, em Santana.

Os nomes de todos foram informados pelo IML: Roger Agnelli, Anna Carolina Trench Agnelli Bittencourt, Andrea de Azevedo Marques Trench Agnelli, Joao Trench Agnelli, Parris Ventura Bittencourt, Carolina Ambroso Mascarenhas Marques e Paulo Roberto Bau, que era o piloto do avião.

Os corpos já foram liberados.

Confira a íntegra da nota da presidente Dilma Rousseff.

"Foi com grande pesar que recebi a notícia do falecimento do empresário Roger Agnelli, sua mulher, filhos, genro e nora, em acidente aéreo.

Agnelli dedicou sua carreira profissional a grandes empresas brasileiras, sempre comprometido com o desenvolvimento do País.

Perdemos um brasileiro de extraordinária visão empreendedora. Neste momento, manifestamos nossa solidariedade a seus parentes e amigos."

A íntegra da nota da Vale.

"Foi com imenso pesar que a Vale recebeu a notícia do falecimento neste sábado, 19/3, de Roger Agnelli, aos 56 anos, presidente da empresa no período de julho de 2001 a maio de 2011.

A Vale e seus empregados se solidarizam com a dor dos familiares e amigos do executivo que tanto contribuiu para o desenvolvimento da nossa empresa.

Durante os 10 anos em que Roger presidiu a Vale, a companhia se consolidou como a maior produtora global de minério de ferro e a segunda maior mineradora do mundo.

Foi durante sua gestão que a Vale intensificou sua estratégia de expansão global, que levou a Vale a um novo patamar no mercado global de mineração.​"

Ex-presidente da Vale, Roger Agnelli em acidente aéreo na capital

Fonte: VEJA SÃO PAULO