Política

Criador de Dilma Bolada faz as pazes com presidente

Após rompimento com a petista, Jeferson Monteiro, responsável pelo perfil de humor nas redes sociais, deu um DVD de presente de aniversário a Dilma Rousseff

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

dilma bolada
Foto postada por Jeferson Monteiro no Instagram nesta quarta (16): "Faço coro aos milhares que foram hoje às ruas: NÃO VAI TER GOLPE! DILMA FICA!", escreveu (Foto: Reprodução/Instagram)

Três meses após dizer que Dilma Rousseff "pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão", o publicitário carioca Jeferson Monteiro, criador do perfil de humor Dilma Bolada nas redes sociais, fez as pazes com a presidente do Brasil. Na noite de quarta (16), ele postou no Instagram uma foto abraçando a petista e escreveu uma reflexão. 

"Na prosperidade, nossos amigos nos conhecem; na adversidade, nós conhecemos nossos amigos", filosofou Jeferson. "Reencontrei hoje minha querida Presidenta Dilma Rousseff para manifestar o meu apoio a ela, mulher íntegra e honrada, neste momento difícil".

+ 'Se teve alguéme que pulou do barco, foi ela', diz criador de Dilma Bolada

Com uma pulsera de camarote VIP no pulso e cercado por seguranças na foto, o publicitário parece estar em algum evento oficial do governo. Na segunda -feira (14), foi o aniversário de Dilma. Monteiro mostra que não apareceu de mãos abanando. "Também aproveitei para entregar seu presente de aniversário: o DVD Caetano e Gil. Fã de ambos, como eu, ela adorou!"

Polêmica

Conhecido por ter criado, ainda na campanha de 2010, um perfil com humor favorável à presidente, escrevendo como se fosse ela, Monteiro tem quase 494 000 seguidores somente no Twitter. Em 2013, a dupla se conheceu em um encontro registrado e divulgado pelo Palácio do Planalto. A leitura era que a personagem criada por Jeferson, divertida e irônica, fazia bem à imagem da presidente. 

+ Dilma Bolada vira em alvo de críticas nas redes sociais

Com o sucesso, ele teria sido contratado por uma agência de publicidade ligada ao PT, que pagaria 20 000 reais mensais pela paródia - Monteiro sempre negou o vínculo. 

Em setembro deste ano, porém, com o avanço da crise política e as negociatas com o PMDB, o Dilma Bolada subiu o tom contra a presidente. Pelo Facebook, escreveu que Dilma não precisava de seu apoio "nem de ninguém que votou nela" e disse que, para a petista, só importava "o apoio do PMDB e de parte do empresariado". Em entrevista a VEJA SÃO PAULO, afirmou que a presidente "pulou do barco".

dilma bolada (2)
Mensagem de rompimento postada em setembro (Foto: Reprodução/ Facebook)

Depois de um período de críticas, o perfil já voltou nos últimos tempos a divulgar notícias favoráveis ao governo - sobretudo críticas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), investigado por desvio de dinheiro e recebimento de propina. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO