Interior

Dentista morre após ser agredido em frente a casa noturna

João Paulo de Moraes Camillo teve traumatismo craniano após levar soco no rosto e cair desacordado no chão. Agressor ainda não foi localizado

Por: Veja São Paulo

João Camillo
João Paulo Camillo: morte após agressão em frente a casa noturna (Foto: Reprodução/Facebook)

Um dentista de 24 anos morreu após ter sido agredido em frente a uma casa noturna em Ribeirão Preto, cidade a 350 quilômetros de São Paulo.

João Paulo de Moraes Camillo faleceu no sábado (8) após uma semana internado. De acordo com a polícia, Camillo estava em frente à casa noturna Villa Mix quando foi atingido por um forte soco no rosto. Ele traumatismo craniano depois de ter caído inconsciente e ter batido a cabeça no chão. O golpe foi dado após João ter dito a outro jovem que não tinha cigarros.

+ Polícia ainda procura motorista que atropelou quinze pessoas

Testemunhas disseram que o agressor estava irritado por não ter conseguido entrar na casa noturna. Ele, de acordo com os relatos, foi barrado na entrada por estar vestindo bermudas. Ele pediu cigarro ao grupo em que Camillo estava e ficou mais agitado ao ouvir que ninguém ali fumava. Em seguida, afastou-se para armar o golpe. O agressor fugiu e ainda não foi localizado.

Amigos de Camillo trocaram suas fotos no Facebook por uma imagem com fundo preto e a palavra “luto” escrita em branco. “Vai com Deus irmão. O céu está em festa hoje. Pois você é um anjo! Te amamos muito”, postou Carlos Victor Marcolino, no dia da morte.

“Meu irmão, está difícil acreditar que você foi tão cedo. Que sua família e nós, amigos, tenhamos muita força para seguir em frente. Que você possa continuar do nosso lado sempre”, escreveu Markim de Castro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO