Mistérios da Cidade

Empresa oferece cursos esportivos para quem quer treinar fora do país

Voltado para jovens, programas focam no aperfeiçoamento em diversas modalidades esportivas 

Por: Maurício Xavier

AMAZE_SPORTS_6
Escolas americanas recebem brasileiros aspirantes a atleta (Foto: MATTHEW CAVANAUGH)

Cerca de 2 000 paulistanos deixam a cidade todos os anos para frequentar cursos esportivos em outros países. Para atender esse público, acaba de surgir por aqui a Amaze Sports, braço da CI Intercâmbio e Viagem. Voltado principalmente para jovens, o negócio oferece diversos programas, desde aulas na high school (ensino médio) em escolas americanas com foco no aperfeiçoamento de uma modalidade (por cerca de 180 000 reais por ano) até períodos de um mês de aula (por 20 000 reais) ou clínicas de uma semana (por valores abaixo de 5 000 reais).

+ A nova onda é comer no copo

Outra possibilidade é inscrever jovens entre 8 e 18 anos em competições internacionais de futebol. Algumas das mais conhecidas são a Gothia Cup, na Suécia, e a Dana Cup, na Dinamarca, ambas realizadas em julho. Veja, abaixo, os países que mais recebem os brasileiros aspirantes a atleta, e o tipo de treinamento que costumam oferecer.

australian-flag-large
(Foto: )

Austrália: Vôlei, ciclismo, triatlo e radicais

 

american-flag-large
(Foto: )

Estados Unidos: Basquete, tênis, golfe (foto) e natação

 

1280px-Flag_of_England
(Foto: )

Inglaterra: Futebol

+ Confiras as últimas notícias

Fonte: VEJA SÃO PAULO