Minha cidade

Mistérios e números que você não sabia sobre São Paulo

Veja o lado menos conhecido da cidade, desde o animal mais guloso do zoológico, passando pelo prédio mais alto

Por: Alexandre Aragão - Atualizado em

Mirante do Vale 2185a
Com 170 metros, Mirante do Vale é o prédio mais alto de São Paulo (Foto: Ilustração)

Quantas caixas de pizza empilhadas equivaleriam à altura do prédio mais alto da cidade?

Impressionantes 3 400. Esse é o número de caixas de pizza que precisariam ser empilhadas para chegar à altura do Mirante do Vale, na Avenida Prestes Maia, o edifício mais alto da capital, que tem 170 metros distribuídos em 51 andares.

Quem é o homenageado no monumento do cruzamento da Avenida Paulista com a Rua da Consolação?

Nada de mártir brasileiro. O moço da escultura imponente no cruzamento da Avenida Paulista com a Rua da Consolação é Francisco de Miranda, militar venezuelano. A obra foi parar ali em 1978, quando o então presidente daquele país, Carlos Andrés Pérez, presenteou o Brasil com ela.

Estátua Francisco de Miranda Avenida Paulista 2185a
A estátua do militar venezuelano Francisco de Miranda está no cruzamento da Consolação com a Paulista (Foto: Fernando Moraes)

A Galeria dos Brinquedos, no centro, tem movimento?

Só “crianças” com mais de 30 anos frequentam a Galeria Itapetininga, mais conhecida como a Galeria dos Brinquedos. Lá, os marmanjos costumam arrematar peças de que gostavam na infância, como bonecas, bonequinhos e outros apetrechos, ou que eles queriam muito, mas, por algum motivo, não chegaram a ganhar. Entre os mais procurados está o Genius, um jogo musical da década de 80, que hoje custa entre 100 e 120 reais.

Genesis jogo crianças 2185a
O jogo musical Genesis chega a custar 120 reais na Galeria dos Brinquedos (Foto: Eduardo Albarello)

Como as capivaras conseguem sobreviver à poluição do Rio Pinheiros?

As capivaras são meio porquinhas e não estão nem aí para a sujeira. “São animais muito resistentes e com alta capacidade de adaptação”, diz a bióloga Rita de Cássia Gouveia, da Sabesp. Estima-se que noventa bichos da espécie vivam às margens do Rio Pinheiros livres, não muito leves e soltas. Afinal, seus predadores, o jacaré e o crocodilo, há muito tempo não chegam perto do pedaço.

Capivaras Rio Pinheiros 2185a
A resistência e a alta capacidade de adaptação permitem às capivaras viver no Rio Pinheiros (Foto: Demian Takahashi)

De onde veio a nova escultura da Rua Professor Fonseca Rodrigues, próximo do Parque Villa-Lobos?

Foi um presente da artista plástica Yone Di Alerigi, autora da escultura batizada de ‘Etros’, que, entre outras coisas, significa erguer. Com quase 5,5 metros, ela está lá desde 2003, mas teve de ser restaurada recentemente porque estava suja e degradada. No mês passado, foi renovada e está limpinha de novo.

Etros estátua Parque Villa Lobos 2185a
Estátua 'Etros', próxima ao Parque Villa-Lobos, é obra de Yone Di Alerigi (Foto: Divulgação)

Quantas pessoas poderiam se alimentar com a comida do elefante, o animal mais guloso do zoológico?

Em tese, 28 — afinal, seres humanos fazem refeições diferentes. Enquanto um adulto saudável consome cerca de 2 500 calorias por dia, o elefante manda para a pança 70 000 calorias em forma de capim, cana, alfafa, frutas, suplementos e ração. São cerca de 175 quilos de comida. Pronto. Está explicado de onde vem aquele corpanzil todo.

Elefante crianças 2185a
No zoológico de São Paulo, elefante é o bicho mais comilão (Foto: Heudes Regis)

Sabia que existe uma Travessa da Bela Adormecida no Tucuruvi?

Engana-se quem imagina que o nome foi baseado em Walt Disney ou nos irmãos Grimm. De acordo com o banco de dados da prefeitura, a ideia de nomear uma via como Bela Adormecida veio do poema homônimo de Cecília Meireles, parte da obra ‘Vaga Música’, de 1942.

Fonte: VEJA SÃO PAULO