Especial

O berço do "Navio Negreiro"

O lugar onde, em 1868, Castro Alves recitou o célebre poema

Por: Daniel Bergamasco, Mariana Barros, Rachel Verano, e Maurício Xavier [colaboraram Ricky Hiraoka, Carolina Giovanelli e Arnaldo Lorençato] - Atualizado em

Teatro São José - Especial 459 anos
Teatro São José: cenário da declamação de Castro Alves, foi mais tarde reconstruído no Viaduto do Chá (Foto: Reprodução)

Embora baiano, foi em São Paulo que Castro Alves escreveu um de seus poemas mais famosos, Tragédia no Mar, que passou para a história com o nome de Navio Negreiro. A obra-prima trata do drama dos negros africanos tirados da família para que fossem vendidos como escravos. Sua primeira declamação aconteceu em 7 de setembro de 1868, durante a celebração da Independência, no Ginásio Literário, uma associação cultural de alunos da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na qual o poeta estudou. A reunião ocorreu no Teatro São José, edifício erguido em 1864 no terreno onde está atualmente a Praça João Mendes e reconstruído no Viaduto do Chá.

+ Confira mais curiosidades em nosso mapa interativo da cidade

+ Aconteceu bem aqui: curiosidades que marcaram os 459 anos da metrópole

Fonte: VEJA SÃO PAULO