Agenda

Venda de novas assinaturas para Cultura Artística já começou

Entre os destaques da temporada 2013 estão a orquestra holandesa Real do Concertgebouw, que completa 125 anos, o violoncelista Yo Yo Ma e o violinista Joshua Bell 

Por: Jonas Lopes - Atualizado em

Concertgebouw
A Orquestra Real do Concertgebouw (Foto: Divulgação)

Quem quiser ver de perto o desempenho da Orquestra Real do Concertgebouw, grande atração da temporada 2013 da Sociedade de Cultura Artística, deve ficar atento. Já estão abertos os lotes para novos assinantes. Os bilhetes podem ser adquiridos por meio do telefone 3256-0223 ou na própria sede da sociedade (Rua Nestor Pestana, 125, conjunto 12), de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Entre abril e novembro, a Sala São Paulo receberá dez atrações, em um total de vinte concertos. A esperada apresentação da Orquestra Real do Concertgebouw ocorre em junho. O grupo de Amsterdã, que completa 125 anos, foi eleito em 2008 por uma pesquisa da revista inglesa Gramophone como a melhor formação do planeta, à frente das igualmente tradicionais filarmônicas de Berlim e Viena.

Os holandeses, cujo nome vem da sala de concertos com acústica esplendorosa, serão regidos por seu maestro titular, o leto Mariss Jansons, em peças de Gustav Mahler e Piotr Tchaikovsky. O pianista russo Denis Matsuev sola em uma obra de Sergei Rachmaninov. Tomara que a frágil saúde de Jansons de fato permita sua visita ao país.

+ Destaques da temporada 2013 da Osesp

+ Programação do ano que vem do Mozarteum Brasileiro

Ainda entre as orquestras, estão previstas a Sinfônica de Montreal, com regência do americano Kent Nagano (também maestro da tradicional ópera da Bavária) e a Orquestra Sinfônica Finlandesa de Lahti, que, sob a batuta de Okko Kamu, oferecerá ao público uma sinfonia do maior compositor da Finlândia, Jean Sibelius.

Outro ponto alto é o Quarteto Borodin, fundado em 1945 pelo mítico violoncelista Mstislav Rostropovich e talvez o mais importante grupo de câmara da Rússia hoje. Integrante da Filarmônica de Berlim, o flautista suíço Emmanuel Pahud sola em récitas da Orquestra de Câmara Franz Liszt, baseada em Budapeste. Há também recitais de piano da venezuelana Gabriela Montero, estrela em ascensão na Europa e nos Estados Unidos, e do polonês Piotr Anderszewski.

A se lamentar apenas o conservadorismo de certa parcela da temporada, personificada pela presença de duas estrelas que já estiveram no Brasil mais de uma vez, o violoncelista Yo-Yo Ma e o violinista Joshua Bell. São apostas seguras, sem dúvida, mas pouco ousadas. Isso se reflete também na escolha de repertórios. O Quarteto Borodin vai tocar o Quarteto de Cordas Nº 8, de Dmitri Shostakovich, apresentado na Sala São Paulo pelo Quarteto Emerson em 2010, justamente pela programação do Cultura Artística. Por que não oferecer ao público paulistano alguma outra peça do próprio Shostakovich?

Ainda assim, continua a ser a melhor série de concertos internacionais da cidade. A Orquestra Real do Concertgebouw é um programa de música erudita para não perder de forma alguma.

Confira a agenda completa da temporada 2013 da Sociedade de Cultura Artística:

23 e 24 de abril de 2013

Orquestra Sinfônica de Montreal

Orquestra Sinfônica de Montreal
A Orquestra Sinfônica de Montreal (Foto: Divulgação)

Com quase 80 anos de uma história, a orquestra teve como regente grandes maestros como Zubin Mehta, Rafael Frühbeck de Burgos e Charles Dutoit. Desde 2006, conta com a direção artística de Kent Nagano. Na temporada 2011/2012, inaugurou sua sala de concertos em Montreal, na Place des Arts.

 

06 e 07 de maio de 2013

Yo-Yo Ma

Yo-Yo Ma
O violoncelista Yo-Yo Ma (Foto: Divulgação)

Vencedor de quinze prêmios Grammy e do Avery Fisher Prize, o violoncelista Yo-Yo Ma é uma verdadeira celebridade da música erudita. Aqui, ele contará com a participação de uma parceira de longa data, a pianista britânica Kathryn Stott.            

 

23 e 24 de maio de 2013

Orquestra de Câmara Franz Liszt

Orquestra de Câmara Franz Liszt
A Orquestra de Câmara Franz Liszt (Foto: Divulgação)

Um dos mais importantes conjuntos de câmara da Europa Central, a Orquestra de Câmara Franz Liszt, sediada em Budapeste, completa cinquenta anos de atividade em 2013. A apresentação no Brasil terá ainda o flautista principal da Filarmônica de Berlim, Emmanuel Pahud.

 

02 e 05 de junho de 2013

Quarteto Borodin

Quarteto Borodin
O Quarteto Borodin (Foto: Divulgação)

Fundado em 1945 por estudantes do Conservatório de Moscou, o Quarteto Borodin notabilizou-se por interpretações dos quartetos de Beethoven e Shostakovich. O repertório atual também contempla a obra de câmara de Tchaikovsky, Haydn, Mozart, Schubert e Brahms, além da literatura musical do século XX, de Barber, Stravinsky e Schönberg. Outros compositores, como Prokofiev e Schinitke, criaram obras especialmente para o grupo.

 

24 e 25 de junho de 2013

Orquestra Real do Concertgebouw

Concertgebouw Mariss Jansons
Mariss Jansons, regente da Concertgebouw (Foto: Divulgação)

Perto de completar 125 anos, a Concertgebouw acumula mais de 1.000 gravações, colaborações célebres com Mahler, Berio e Stravinsky e o título de “Melhor Orquestra Sinfônica do Mundo”, atribuído pela revista Gramophone em 2008. Denis Matsuev, um dos principais pianistas russos da atualidade, estará presente.

 

29 e 31 de julho de 2013

Piotr Anderszewski

Piotr Anderszewski
O pianista Piotr Anderszewski (Foto: Divulgação)

Segundo o jornal inglês The Gardian, o polonês Piotr Anderszewski é um “pianista de um brilhantismo inspirador”. Sua gravação mais recente, com obras de Schumman, recebeu da BBC Music Magazine o prêmio de “Gravação do Ano”. Ele é reconhecido pela crítica pela originalidade e intensidade de suas interpretações.     

 

31 de agosto e 01 de setembro de 2013

Joshua Bell

Joshua Bell
O violinista Joshua Bell (Foto: Divulgação)

O violinista Joshua Bell é quase um popstar. Com mais de quarenta álbuns lançados, acumula reconhecimentos como o Avery Fisher Prize (2007) e o Musical America Award (2010). Em 2013, ele também percorrerá a Europa numa turnê com a Filarmônica de Nova York.     

 

18 e 21 de setembro de 2013

Gabriela Montero

Gabriela Montero
A pianista Gabriela Montero (Foto: Divulgação)

Recém-anunciada como uma das vencedoras do Rockefeller Awards 2012 por sua contribuição à arte, a pianista venezuelana já se apresentou com as filarmônicas de Los Angeles e Nova York e sob a regência de maestros como Claudio Abbado, Gustavo Dudamel e Lorin Maazel. Em 2008, seu álbum Baroque foi indicado ao Grammy e recebeu cinco estrelas da BBC Music Magazine.

 

19 e 20 de outubro de 2013

Orquestra Sinfônica Finlandesa de Lahti

Orquestra sinfônica Finlandesa de Lahti Okko Kamu
Okko Kamu, regente da Orquestra Sinfônica Finlandesa de Lahti (Foto: Divulgação)

Com 103 anos de história, a Sinfônica Finlandesa de Lahti é a mais importante orquestra nórdica. Com interpretações imaginativas dos repertórios clássico e moderno, já gravou mais de sessenta títulos e conquistou prêmios como o Diapason D’Or, Grand Prix Du Disque e Gramophone. Em 2011, o maestro e violinista finlandês Okko Kamu tornou-se seu regente principal.                      

02 e 06 de novembro de 2013

Combattimento Consort Amsterdam

Quirine Viersen
A violoncelista Quirine Viersen (Foto: Divulgação)

A produção musical datada entre 1600 e 1800 é a especialidade do Combattimento Consort Amsterdam. O repertório combina a literatura barroca tradicional de Haendel, Rameau e Monteverdi e obras menos conhecidas, algumas delas disponíveis apenas em manuscritos. Em São Paulo, o grupo terá a seu lado a primeira holandesa a ser premiada pelo Concurso Internacional Tchaikovsky de Moscou, a violoncelista Quirine Viersen.

Fonte: VEJA SÃO PAULO