Teatro

Cinco comédias estreladas por artistas da TV

Intérpretes conhecidos da televisão estão em cartaz com espetáculos que prometem fazer a sua diversão

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Meu Passado Me Condena - A Peça
Fábio Porchat e Miá Mello, em Meu Passado me Condena: piadas rápidas (Foto: Rodrigo Trevisan)

Confira cinco espetáculos com elenco formado por celebridades que fazem sucesso também nas telinhas:

+ Saiba outras peças em cartaz na capital

  • Popular na televisão, Ary Fontoura coleciona trabalhos leves e divertidos no teatro. Como protagonista de O Comediante, texto de Joseph Meyer, ele vence o desafio de interpretar um astro esquecido pela mídia e em constante conflito entre a ficção e a realidade. Na tentativa de sair do ostracismo, o experiente ator Walter Delon relembra sua história a uma jornalista (papel de Carol Loback), enquanto vive às turras com a misteriosa governanta (Angela Rebello) e o empresário (Gustavo Arthiddoro). A comédia tem uma estrutura frágil e pouco convincente, principalmente ao injetar suspense, mas o talento e a cancha de Fontoura lhe permitem um show à parte, levando a plateia a dar genuínas risadas. Angela alcança bons momentos. Carol e Arthiddoro, no entanto, não seguram os personagens e comprometem a unidade. Direção de José Wilker, que morreu na fase final dos ensaios, e Anderson Cunha. Estreou em 16/1/2015. Até 15/3/2015.
    Saiba mais
  • Certos espetáculos conseguem conquistar o espectador pela simplicidade. Esse é o caso da comédia escrita pela israelense Anat Gov (1953-2012), capaz de provocar risos e também reflexões em quem estiver disposto. Na trama, um homem misterioso (Dan Stulbach) entra no consultório de Ana (Irene Ravache), uma psicóloga fatigada depois de um dia de trabalho. Deprimido, ele pensa em se matar, mas esse ato viria seguido de uma consequência extrema — afinal, ele é o Criador. Ateia, Ana nunca dedicou seu tempo às orações e, em alguns momentos, chegou a ser dominada pela revolta. Custou a aceitar, por exemplo, o fato de ter um filho autista (Pedro Carvalho). Em cena, a carismática Irene cativa pela forma como expressa a perplexidade da personagem e se mostra fundamental para estabelecer a empatia com a plateia. Stulbach, por sua vez, se sai melhor quando consegue controlar o exagero inicial apoiado na segurança da parceira. Estreou em 28/3/2014. Até 29/3/2015. Tema universal: a peça, escrita por Anat Gov em 2008, já foi montada em Israel, na Argentina, na Itália e nos Estados Unidos.
    Saiba mais
  • Depois de levarem 3 milhões de espectadores ao cinema e conquistarem fãs na série do Multishow, os atores Fábio Porchat e Miá Mello montaram um espetáculo de mesmo nome dos outros produtos. Com história inédita escrita por Tati Bernardi, a comédia se passa na noite de núpcias dos personagens Miá e Fábio, casados um mês depois de terem se conhecido. Diálogos rápidos e piadas certeiras dão o tom. Estreou em 1º/8/2014. Até 29/11/2015.
    Saiba mais
  • Com adaptação de Miguel Falabella, a tragicomédia da americana Eve Ensler é sucesso há mais de uma década. Adriana Lessa, Cacau Melo e Maximiliana Reis protagonizam um painel da feminilidade, tratando da primeira menstruação, da maternidade e do orgasmo, entre outros temas. Estreou em 9/3/2001. Até 25/9/2016.
    Saiba mais
  • Também diretor, Miguel Falabella retorna à cidade com a comédia escrita por Joe Orton em 1967. Desta vez, porém, ele divide o palco com a atriz Arlete Salles, que entrou no lugar de Marisa Orth. Na trama, Falabella interpreta um psiquiatra flagrado com a secretária pela mulher (papel de Arlete). Sem roupa, a moça (Alessandra Verney) se esconde atrás de uma cortina, e uma divertida sucessão de erros toma conta da história. Com Marcello Picchi, Ubiracy Paraná do Brasil e Magno Bandarz. Estreou em 21/3/2014. Até 8/3/2015.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO