Cultura

Paulistanos debatem grandes autores e trocam dicas em clubes de livros

Discussões literárias acontecem em diversos lugares. Existe hoje mais de uma dezena de grupos espalhados pela capital

Por: Nathalia Zaccaro

Clube de Livros
Evento na Cultura do Conjunto Nacional: polêmicas ao redor da narrativa de Henry James (Foto: Fernando Moraes)

Na novela “A Outra Volta do Parafuso”, uma das obras mais conhecidas do escritor americano Henry James, a protagonista, filha de um pároco de província, conta uma sucessão de imagens de fantasmas e demônios que começam a atormentá-la a certa altura da vida. Seria tudo uma grande conspiração sobrenatural para acabar com a sua sanidade ou apenas delírios de uma mente perturbada e com complexo de perseguição? Essa e outras questões relacionadas à narrativa intrigante e complexa provocaram um debate animado no mês passado na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

+ Confira as melhores peças de teatro em cartaz na cidade

+ E-books versus livros de papel

Na noite da segunda (19), sentado em círculo, um grupo de quinze pessoas relia alguns trechos e trocava ideias e impressões sobre seu contato com o universo concebido pelo autor. “Fiquei totalmente apavorada com algumas cenas”, dizia a médica Maria Paula Coelho, de 36 anos. Depois de uma hora de conversa animada, eles cortaram um bolo para celebrar o primeiro ano de vida daquele clube do livro, que se reúne uma vez por mês. “As dicas de textos da turma foram fundamentais para que eu expandisse meus interesses”, afirma o designer Wesley Reis, de 35 anos.

A médica  Maria Paula Coelho
A médica Maria Paula Coelho: sempre presente nos eventos (Foto: Fernando Moraes)

A exemplo do que vem ocorrendo na Livraria Cultura, outros lugares da cidade começaram a sediar nos últimos tempos encontros semelhantes entre leitores. Existe hoje mais de uma dezena de grupos espalhados pela capital. Uma parte desse movimento conta com o apoio da editora Companhia das Letras. Desde o ano passado, a empresa mantém uma dupla de produtores encarregada de visitar lugares com público potencial para formar clubes de livros. Quando encontram um número suficiente de interessados, esses profissionais ajudam a organizar o evento, dando até sugestões de temas para o debate.

No mês passado, por exemplo, foi armada uma reunião do tipo entre detentas da Penitenciária Feminina de Sant’Anna. Na ocasião, falou-se sobre o romance “Dois Irmãos”, de Milton Hatoum, que narra a atribulada relação entre os gêmeos de uma família de origem libanesa que vive em Manaus. “É possível encontrar gente interessada em literatura em todo tipo de local”, afirma Pedro Schwarcz, um dos produtores da Companhia, ao lado de Cadu Ruocco. “Queremos facilitar o acesso aos livros a pessoas que não têm condições”, completa ele.

Pedro Schwarcz e Cadu Ruocco
Pedro Schwarcz e Cadu Ruocco: reuniões até na Penitenciária Feminina de Sant’Anna (Foto: Fernando Moraes)

Alguns grupos de leitura têm frequentadores com um perfil bastante homogêneo. Há dois anos, o Sesc Vila Mariana promove encontros mensais com participantes da terceira idade. As rodas contam com quinze pessoas, em média, e os eventos ocorrem às terças ou quintas, sempre às 15 horas. “Convidamos especialistas para participar, na tentativa de ampliar o repertório cultural dos idosos que frequentam nosso espaço”, conta Diogo de Moraes, um dos responsáveis pelo evento.

+ O mapa do xadrez em São Paulo

+ Conheça o Café do Theatro Municipal

Além do circuito apoiado por editoras ou entidades como o Sesc, há uma série de confrarias organizadas informalmente pelos leitores. Uma das mais ativas tem como “sede” oficial o Mecenas Bistrô e Arte, um restaurante localizado no Centro Comercial Alphaville. O negócio começou há três anos, por obra da pedagoga Andréa Schmitz e da escritora argentina Gabriela Colombo, radicada em São Paulo desde 2005. “Queríamos abrir um canal de diálogo para que desconhecidos se reunissem em torno de um interesse comum, a arte”, explica Gabriela.

Do sucesso da iniciativa nasceu um blog, e hoje a dupla recebe nos encontros mensais mais de uma dezena de frequentadores. No site são realizadas também as votações para determinar os temas a ser debatidos. Para participarem, os interessados precisam apenas enviar um e-mail às organizadoras. O local que abriga o evento cobra uma taxa de entrada de 20 reais e oferece em troca refrigerantes, sucos, bolos e pães de queijo.

 

O livro da vez

Confira a programação de alguns dos próximos encontros

Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos, ☎ 3024-3599. Dia 25, 19h. "O Legado de Eszter", de Sándor Márai. Avenida Paulista, 2073 (Conjunto Nacional), ☎ 3170-4033, Metrô Consolação. Dia 31, 19h. "A Letra Escarlate", de Nathaniel Hawthorne. Dia 4, 19h. "Papéis Avulsos", de Machado de Assis. Dia 17, 19h. "Antes do Nascer do Mundo", de Mia Couto. clubedeleitura@penguincompanhia.com.br

Livraria Saraiva Shopping Pátio Higienópolis, ☎ 3662-3060. Dia 26, 16h. "A Letra Escarlate", de Nathaniel Hawthorne. Livraria Saraiva Shopping Paulista, ☎ 3289-5873. Dia 11, 15h. "Paciente Particular", de P.D. James. clubedeleitura@penguincompanhia.com.br

Mecenas Bistrô e Arte. Calçada das Azaleias, 56A, Centro Comercial Alphaville, ☎ 4689-1240. Dia 25, 19h30. "Mrs. Dalloway", de Virginia Woolf. gabytcolombo@yahoo.com

Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, ☎ 5080-3000. Dia 18, 15h. "A Senhora das Especiarias", de Chitra Divakaruni.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO