Segundo amigos

Cibele Dorsa faria peça sobre a Barbie

Atriz também planejava espetáculo sobre sua história com o noivo, Gilberto Scarpa, que morreu em janeiro

Por: Anna Carolina Oliveira e Daniel Ottaiano - Atualizado em

Cibele Dorsa - As Princesas do Castelo Encantado
Cibele Dorsa: Bela Adormecida em "As Princesas do Castelo Encantado" (Foto: Divulgação)

A morte de Cibele Dorsa, na madrugada do último sábado (26), pegou de surpresa seus colegas da peça infantil "As Princesas do Castelo Encantado". O administrador do Teatro Bibi Ferreira e produtor do espetáculo, Luiggi Francesco (Tchesco), afirmou que a atriz vinha de uma sequência de ótimas apresentações e estava focada em conseguir as licenças para produzir um espetáculo sobre a Barbie, que ela escreveu.

+ Cibele Dorsa: veja vídeo colocado no YouTube um dia antes de sua morte

+ Cibele Dorsa: peça e livro após onze cirurgias

+ Scarpa, sim, playboy, nunca

Sobre a peça em cartaz, Tchesco afirma que ela vai continuar. “A gente lida com crianças. Como falar que a princesa (Cibele vivia a Bela Adormecida) morreu?” As sessões seguem até 1º de maio, aos sábados e domingos.

Tchesco conta que, na exibição do dia 26, público e elenco aplaudiram a atriz por dez minutos, em uma última homenagem.

Ensaios com enfermeiras

Os bons momentos destacados por Tchesco dias antes do incidente não eram os mesmos quando Cibele se juntou ao elenco, em fevereiro, duas semanas depois do suicídio de seu noivo, o apresentador Gilberto Scarpa, no dia 30 de janeiro. A atriz Carmen Sanches, que interpreta a Cinderela em “As Princesas do Castelo Encantado”, afirma que Cibele chegava muito dopada aos ensaios e acompanhada de enfermeiras.

“No começo ela chorava muito, mas aos poucos foi melhorando e deixando os remédios de lado. Nos últimos tempos ela já não ia acompanhada das enfermeiras, as ‘babás’ dela, como a gente falava de brincadeira”, conta Carmen.

Além da peça sobre a Barbie, Cibele queria levar aos palcos um texto que ela e Gilberto haviam escrito sobre a história do casal. “Ela e o Tchesco já estavam em processo de montagem.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO