Terraço Paulistano

Rituais de réveillon

Simpatias de personalidades paulistanas para a virada do ano

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Fafá de Belém 2197
(Foto: Lailson Santos)

Celso Kamura, cabeleireiro (acima): “Meu truque será comprar um lindo pijama branco. Preciso dormir bem. No primeiro dia do ano, vou pular da cama às 8 horas da manhã para fazer a maquiagem e o penteado que Dilma Rousseff e Mar ta Suplicy vão usar na posse. Vai ser babado.”

Fafá de Belém, cantora: “Faço uma faxina em casa antes da virada. Jogo papéis, roupas, toalhas e panelas que não uso e só consomem espaço e energia. Na noite de réveillon, meu mantra é passar longe de prosecco. Tomo apenas champanhe para abrir meus caminhos para o ano novo.”

Alex Atala, chef (abaixo): “Todo ano eu como lentilhas. Por adorar o prato, uno o útil ao agradável. Cozinho as lentilhas com cebola, bacon e ervas. Finalizo com um fio de azeite e molho inglês.”

Paola Oliveira, atriz (abaixo): “Vou começar o ano comendo lentilhas, as tradicionais sete uvas e pulando catorze ondas — sete seria pouco. Só quero que 2011 seja uma continuação de tudo de bom que aconteceu em 2010.”

Chiquinho Scarpa, playboy (abaixo): “Pedi a meu alfaiate que confeccionasse um terno branco com um tecido japonês levíssimo para eu vestir na noite do dia 31. Usarei uma minigardênia branca na lapela. Esse figurino vai me dar muita sorte.”

Cris Saddi, socialite: “Compro uma roupa branca para usar na noite do réveillon. Rezo bastante das 23h50 à 0h10. Sou católica e chego a rezar de um a dois terços nesse tempo. Não gosto de pular sete ondas. Essa história me dá aflição — no único ano em que fiz isso, tive um problema de saúde.”

Gloria Coelho, estilista: “Dez minutos antes da meia-noite, começo a comer uvas. Faço isso por vinte minutos seguidos, mentalizando energias positivas para os próximos 365 dias. Eu me sinto muito bem.”

Ana Cañas, cantora (abaixo): “Escrevo as coisas que desejo em uma calcinha amarela. No ano passado, coloquei a palavra Europa e acabei realizando shows em países como Espanha, França e Inglaterra. Desta vez, vou pedir inspiração para o novo disco. Além disso, acendo uma vela para fazer pedidos e agradecer o que ocorreu ao longo do ano — até mesmo as coisas ruins, pois também aprendo com elas.”

Costanza Pascolato, consultora de moda: “Meu ritual inclui comer um prato com lentilhas para trazer bons negócios. Depois me mantenho em uma perna só enquanto como doze uvas — uma para cada mês do ano. Isso me dá equilíbrio. Ao contrário de muitos, passo longe de bebida alcoólica por ter alergia.”

Claudia Raia, atriz (abaixo): “Sou adepta de simpatias tradicionais: uso roupa branca, calcinha nova, como doze uvas e guardo os caroços dentro da carteira até o próximo Ano-Novo. E não ponho o pé esquerdo no chão à meia-noite.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO