Carnaval

A tricampeã Mocidade Alegre entra na avenida como favorita ao título

A atriz Marília Pêra será o tema do samba-enredo da escola, que investiu 3,5 milhões de reais no desfile

Por: Jussara Soares

Mocidade Alegre
Aline Oliveira, a rainda de bateria: destaque nos desfiles (Foto: Mario Rodrigues)

Quando o portão do Anhembi se abrir na noite desta sexta (13), dando início aos dois dias de desfiles do Grupo Especial, treze escolas cruzarão a faixa amarela com um grande desafio: desbancar a Mocidade Alegre, o atual bicho-papão do samba paulistano. Campeã nos três anos anteriores, ela chega à passarela mais uma vez como uma das mais cotadas para o título. Se vencerem 2015, repetirá os feitos de Camisa Verde e Branco (1974, 1975,1976 e 1977) e Vai-Vai (1998, 1999, 2000 e 2001), as duas únicas tetracampeãs da história da cidade.

Para confirmar o favoritismo, a escola do bairro do Limão aposta neste ano em um enredo biográfico. Na madrugada de sábado (14), por volta de 0h30, exaltará a história de Marília Pêra. "É uma responsabilidade grande, espero estar à altura da homenagem", afirma a atriz carioca de 72 anos. Sua trajetória será contada como se fosse um espetáculo. Desde a infância, quando brincava nos bastidores dos teatros acompanhando os pais, até trabalhos memoráveis como o musical Carmen Miranda e o longa Pixote: a Lei do Mais Fraco. Até a tarde da última terça (10), havia ingressos para os dois dias de apresentações das escolas.

+ Mais notícias sobre o Carnaval deste ano

Fundada em 1967 pelos irmãos Juarez, Salvador e Carlos Cruz e controlada até hoje pela mesma família, a agremiação do bairro do Limão é a mais bem-sucedida da última década. No período, acumulou seis títulos, dois vice-campeonatos e dois terceiros lugares. Nesse intervalo, apenas uma vez não esteve entre as cinco primeiras colocadas e ficou de fora do desfile das campeãs.

Mocidade Alegre
A presidente Solange Cruz: coleção de terços e palestras sobre liderança (Foto: Mario Rodrigues)

Foi em 2011, quando um carro quebrou antes de entrar na avenida. A entidade amargou o último lugar. O período de conquistas coincide com a chegada ao comando da escola de Solange Cruz Bichara Rezende, de 49 anos. Filha de Carlos Cruz, ela substituiu na presidência outra mulher, a irmã Elaine, que morreu em 2003 por complicações decorrentes do diabetes. Na época, a Mocidade acumulava dívidas de aproximadamente 300 000 reais. "Batia à porta dos meus fornecedores para negociar e pagar todo mundo", lembra Solange.

+ Novos bares, cafés e restaurantes dão cara moderninha ao centro

A presidente não era unanimidade nem entre a família. O tio Juarez, por exemplo, dizia que a sobrinha era muito briguenta. A comandante calou a boca de todos ao conquistar o título logo no primeiro Carnaval da nova gestão, em 2004. O feito pôs um ponto-final em um jejum de 24 anos. Juarez deu o braço a torcer, passou a chamá-la de “leoa do samba” e lhe deu um amuleto com o animal (ele morreu cinco anos depois). “Sou muito brava mesmo”, assume Solange. No barracão da escola, localizado na Freguesia do Ó, também na Zona Norte, dizem que, quando ela chega, até os ratos se escondem.

Mocidade Alegre
Marcos Rezende, o Mestre Sombra: vestibular de ritmistas (Foto: Mario Rodrigues)

A cartola do samba dá pitacos nos figurinos e faz reuniões regularmente para motivar os componentes. Há três anos, ela levou a experiência da quadra para empresas como Sabesp e Berlitz Cursos de Idiomas, com palestras de auto-ajuda sobre liderança e motivação. Para participar desses eventos, cobra aproximadamente 10 000 reais.

+ Dono da Mega Model, Eli Hadid vai estrear programa na Rede TV!

Na concorrência, costuma despertar admiração e ira. Principalmente depois do Carnaval de 2012, quando as notas da apuração foram rasgadas no último quesito e a Mocidade acabou declarada campeã. Comenta-se nos bastidores que a Rosas de Ouro, vice nos últimos três anos, resolveu dar o troco à presidente em 2015. A escola apresentará o enredo Depois da Tempestade, o Encanto, sobre uma rainha louca em um jogo de cartas marcadas. Dos passistas aos diretores, todo mundo só diz que a personagem é baseada em Solange. “Não é uma inspiração direta, mas a interpretação é livre”, despista o carnavalesco Jorge Freitas. Além da própria Rosas, os principais candidatos a roubar da Mocidade o título de 2015 são a Vai-Vai e a Águia de Ouro.

Mocidade Alegre
A quadra da escola: 3 000 pessoas por ensaio (Foto: Mario Rodrigues)

Neste ano, a escola da Zona Norte investirá cerca de 3,5 milhões de reais em seu desfile, um dos maiores orçamentos do Anhembi. A verba é gasta principalmente em adereços e alegorias, pois os destaques da avenida atuam por amor à camisa, a exemplo do mestre-sala Emerson Ramires e da porta-bandeira Karina Zamparolli. O casal ganha por mês apenas uma ajuda de custo, perto de 800 reais. Estrelas de outras agremiações que exercem a mesma função chegam a receber quatro vezes mais. O carnavalesco Sidnei França, de 34 anos, também faz parte da ala das pratas da casa. Formado em economia pelo Mackenzie, Sidnei começou a frequentar a quadra na adolescência e, aos poucos, foi se envolvendo com a preparação do Carnaval.

Em 2009, assumiu o comando dos desfiles e hoje trabalha em parceria com Márcio Gonçalves. Todos os anos, Sidnei diz recusar convites das rivais da passarela. “Minha ligação com a escola é muito pessoal”, justifica.

Mocidade Alegre
Márcio Gonçalves e Sidnei França: artistas responsáveis pelos figurinos e adereços (Foto: Mario Rodrigues)

Outra revelação é a rainha de bateria Aline Oliveira, de 25 anos. Ela está na Mocidade há treze anos. Já desfilou em carros, na comissão de frente e no grupo de ritmistas. Com o seu surdo, Aline participa das surpresas preparadas pelo chefe de bateria Marcos Rezende, o Mestre Sombra, marido da presidente Solange. Casados há 23 anos, eles se conheceram em uma festa na Rosas de Ouro. É de Sombra que costumam partir ideias como a de todos os integrantes da escola se ajoelharem ao mesmo tempo, como ocorreu no ano passado, em meio à avenida. “Tem de ter ousadia”, defende. Para ingressar em seu grupo de bambas, é preciso passar por uma peneira rigorosa. Em 2015, mais de 300 pessoas se inscreveram no vestibular da cuíca. Desse total, apenas 21 pessoas estarão no desfile deste sábado, em meio aos ritmistas veteranos.

Mocidade Alegre
O pai de santo Aguiar: defumação dos carros alegóricos (Foto: Mario Rodrigues)

Ao lado dos componentes tradicionais dos desfiles, a Mocidade conta nos bastidores com a participação de personagens curiosos. A exemplo de outras escolas, mantém um pai de santo oficial. Na escola da Zona Norte, o posto é ocupado desde 2011 por Agostinho Aguiar.

Ele não desfila, mas tem papel importante, segundo a diretoria da entidade. No dia a dia, atua como um conselheiro. O ritual para abrir os caminhos ocorre durante o percurso dos carros alegóricos do barracão ao Anhembi, antes dos ensaios técnicos e na concentração do desfile oficial. Ele consiste em espalhar água de cheiro, ervas secas e defumar os locais. “O diferencial da nossa escola é ter muita fé. Nisso, somos quase que imbatíveis”, afirma Aguiar.

Os rivais reconhecem a força da escola, independentemente da ajuda do além. “A Mocidade é a grande favorita de 2015, todas as outras estão correndo por fora”, admite Thobias da Vai-Vai. A escola do Bixiga neste ano faz uma homenagem à cantora Elis Regina. O samba-enredo com citações de músicas da artista é apontado como a maior pedra no caminho da Mocidade rumo ao tetra. Recentemente, em uma palestra fechada para parte dos 3 500 integrantes que desfilarão neste sábado, entre lágrimas, Solange Cruz admitiu a preocupação com a Vai-Vai. Mas dizia que acreditava no triunfo e repetiu o seu bordão predileto: “A vitória vem da luta, a luta vem da força, e a força, da união”.

Mocidade Alegre
Emerson Ramires e Karina Zamparolli: ajuda de custo de 800 reais (Foto: Mario Rodrigues)

NA CADÊNCIA DA ZONA NORTE

Fundação: 24 desetembro de 1967

Começo: os irmãos Juarez, Salvador e Carlos Cruz criaram o bloco Primeiras Mariposas Recuperadas do Bom Retiro, em 1958, o embrião da Mocidade

Títulos do Grupo Especial: 1971, 1972, 1973, 1980, 2004, 2007, 2009, 2012, 2013 e 2014

Assuntos que já foram abordados em seus enredos: sorriso, coração, Jorge Amado, sedução e fé

Presidente: Solange Cruz, desde 2003. Ela é uma das três filhas de Carlos Cruz e desfilou na escola pela primeira vez em 1973, na Ala das Miudinhas. Atualmente, além de comandar a quadra e o barracão, dá palestras a empresas sobre a liderança de equipes e vendas. Chega a cobrar 10 000 reais por evento

Tema do Carnaval 2015: a vida da atriz Marília Pêra (a própria será destaque do último carro alegórico a entrar no Sambódromo)

Intérprete: Igor Sorriso, também puxador oficial da São Clemente, do Grupo Especial do Rio de Janeiro

Investimento no desfile deste ano: 3,5 milhões de reais, bancados por 23 patrocinadores, mais as verbas da prefeitura e da Rede Globo

Fique de olho na avenida: no meio da apresentação deste sábado (14), os integrantes da escola se dividirão em dois grupos para abrir espaço a um elemento-surpresa que surgirá durante o desfile

Componentes: 3 500

Preço de uma fantasia: a partir de 450 reais, podendo chegar a 600 reais

Mocidade Alegre
Marília Pêra: a homenageada do enredo de 2015 (Foto: Mario Rodrigues)

AS CAMPEÃS DO CIRCUITO

Com seis títulos nos últimos dez anos, a Mocidade já está entre as três maiorais da avenida em todos os tempos

Vai-Vai: 14

Nenê de Vila Matilde: 11

Mocidade Alegre: 10

Camisa Verde e Branco: 9

Rosas de Ouro/Lavapés: 7

Unidos do Peruche: 5

Gaviões da Fiel: 4

Império de Casa Verde/X-9 Paulistana: 2

  • VEJA SÃO PAULO recomenda

    Atualizado em: 9.Out.2015

    Restaurante, espetáculo, exposição, doceria e outras atrações em cartaz
    Saiba mais
  • Cartas da edição 2412

    Atualizado em: 13.Fev.2015

  • Mistérios da Cidade

    Produtos indispensáveis para cuidados diários sem usar água

    Atualizado em: 14.Ago.2015

    Para manter a pose sem água, o mercado de cosméticos passou a disponibilizar mais produtos que limpam cabelos e pele sem enxágue
    Saiba mais
  • Variados / Variados

    Salões de beleza apostam em serviço de bar

    Atualizado em: 13.Fev.2015

    Inaugurado em dezembro, o Estúdio Becca é um dos estabelecimentos com dupla vocação
    Saiba mais
  • Aberto ao público desde o último dia 25, projeto Mapas Afetivos reúne declarações a diversas partes de São Paulo
    Saiba mais
  • Inaugurada na semana passada nos Jardins, Toyshow quer agradar também o público feminino
    Saiba mais
  • Com autorização da prefeitura, um grupo de artistas pintou as paredes históricas
    Saiba mais
  • Terraço Paulistano

    Confira as novidades da semana do Terraço Paulistano

    Atualizado em: 2.Out.2015

    Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos e empresários que são destaque na cidade
    Saiba mais
  • Administração / Trânsito

    Câmara Municipal e Ministério Público investigam projeto de ciclovias

    Atualizado em: 13.Fev.2015

    Enquanto o legislativo municipal tenta criar uma CPI sobre os custos do programa, a promotoria finaliza inquérito que pode pedir a paralisação das obras
    Saiba mais
  • Botecos / Carta de cervejas

    Novos bares, cafés e restaurantes dão cara moderninha ao centro

    Atualizado em: 27.Fev.2015

    Jovens empresários investem na região e atraem público descolado 
    Saiba mais
  • Moda / Negócios

    Dono da Mega Model, Eli Hadid vai estrear programa na Rede TV!

    Atualizado em: 13.Fev.2015

    Dono da agência está por trás de um novo programa dominical apresentado por elenco lindíssimo
    Saiba mais
  • As Boas Compras

    As boas compras: kit outdoor

    Atualizado em: 13.Fev.2015

    Achados e apetrechos para facilitar a travessia de uma trilha 
    Saiba mais
  • Italianos

    Loi Ristorantino (Mudou de nome para Ristorantino)

    Rua Doutor Melo Alves, 674, Jardim Paulista

    VejaSP
    6 avaliações
  • Pizzarias

    Sala Vip - Ipiranga

    Rua Cisplatina, 195, Ipiranga

    Tel: (11) 2914 8181

    VejaSP
    5 avaliações

    Gonçalves, a empresária Sandra Delbosque Gonçalves administra a dupla de endereços com a ajuda das flhas Natália e Renata. No cardápio, reinam as versões fninhas como biscoito. Escolhe-se entre coberturas como a camarão 1 (crustáceo pequeno com parmesão na manteiga, cebola, salsinha e azeitona preta; R$ 83,00), a mortadela 2 (com rúcula, tomate seco, cebola e azeitona; R$ 79,00) e a tomate pelado (com mussarela de búfala, manjericão, azeitona preta e alho frito; R$ 79,00). Para começar, só na unidade de Moema há um caprichado pão de calabresa (R$ 26,00), cortado na forma de aperitivo.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Mundial

    Rua Girassol, 354, Vila Madalena

    3 avaliações
  • Chope e cerveja

    Les 3 Brasseurs

    Rua Jesuíno Arruda, 470, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3167 4145

    VejaSP
    9 avaliações

    O nome não deixa dúvida: trata-se de uma cervejaria de matriz francesa. Enormes tanques de maturação ficam à vista e produzem diferentes estilos de chope, todos levinhos. São pedidas certeiras o blond (R$ 10,00, 300 mililitros), bem claro, e o ambré, de tom acobreado e sabor um pouco mais intenso (R$ 12,00, 300 mililitros). Para experimentar um pouco de cada, a paleta de degustação traz quatro versões em copinhos de 180 mililitros (R$ 27,00). O poutine (R$ 32,00) é um petardo calórico de origem canadense e consiste em fritas com bacon, cheddar, molho barbecue e cebolas também fritas, tudo junto e misturado.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Criado em 2013, o Sanduweek chega à quinta edição com mais de quarenta participantes, entre restaurantes, bares, casas de comidinhas e food trucks. Cada estabelecimento oferece duas criações para o festival até o dia 27 de setembro. A mais barata, com preço fixo de R$ 15,00, chama-se street food. Na outra ponta, pagam-se no máximo R$ 40,00 pelas receitas da categoria freestyle. + Coffee Week: mais de trinta estabelecimentos têm ofertas de até R$ 12,99 Entre os estreantes aparece a Stunt Burger, com matriz no Morumbi e um contêiner no Galpão Gastronômico (Avenida Mofarrej, 992, Vila Leopoldina). No cardápio, uma das pedidas é o hot-dog com salsicha viena, mostarda de Dijon, creme de gorgonzola ou cheddar e farofa de bacon (R$ 15,00). Por R$ 28,00, a segunda opção escala três hambúrgueres de 100 gramas cada um, cheddar, gorgonzola, mussarela e bacon no pão preto. O evento conta ainda com uma feirinha gastronômica e aula de como fazer sandubas. De 11 a 27/9/2015. Confira abaixo a programação completa: 18 de setembro – Aula de Mestre Sandubeiro Cozinha Profissional Nestlé Horário: 17h30 às 20h Vendas pelo site foodpass.com.br 17 de setembro – Feirinha Gastronômica – edição especial Sanduweek Marechal Food Park Rua Dr Albuquerque Lins, ao lado da estação Marechal Deodoro do metrô Das 11h às 21h Entrada Gratuita 15 e 22 – Sanduweek Route Ponto de partida: TBD Horário: 19h às 23h Vendas pelo site foodpass.com.br CASAS PARTICIPANTES 3B CATEGORIA STREET FOOD – R$ 15 Hambúrguer Ruby: Hambúrguer de fraldinha, tomate, molho cheddar vermelho, ketchup, pimentão confitado vermelho, cebola roxa confitada, no pão de hambúrguer vermelho. CATEGORIA FREESTYLE -  R$40 Hambúrguer Cocote: Hambúrguer de fraldinha, ovo mollet, rúcula, cogumelo roti, bacon roti defumado, beringela roti, queijo cabra, molho guacamole, no pão grande. SERVIÇO R. Jesuíno Arruda, 470 - Itaim-Bibi - (11) 3167-4145 All Tribes Burguer & Dog CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Vegano  Louco: Pão de hot dog, duas salsichas vegetal defumadas, carne louca vegetal ao molho de tomate, molho chilli vegano e batata palha . CATEGORIA FREESTYLE -  R$19,50 Burguer da Faria : Hambúrguer de carne de 150g, queijo prato, tomate, molho acebolado ao shoyo, rúcula, maionese temperada da casa, no pão de hambúrguer. SERVIÇO Av. Brig. Faria Lima, 1814 -  Jardim Paulistano - (11) 3034-2670 Barê CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Crisp Chicken Wrap: Wrap de frango empanado (com panko, parmesão e ervas), salada caprese e pesto de manjericão. Beach Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Burger de Kafta: Hambúrguer de kafta, homus, alface e tabule, servido no pão clássico de hambúrguer CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 Burger de Siri:  Hambúrguer de siri, tomate fresco, alface acompanhado de molho tártaro, no pão preto com gergelim SERVIÇO Al. Lorena, 1420 - Jardim Paulista - (11) 2628-7511 Bee.W Hostel Bar CATEGORIA STREET FOOD – R$15 BBQ Pulled Pork: Pernil de "estádio", assado por 6h e desfiado, servido com molho bbq da casa no pão francês. Acompanha batata rústica e maionese da casa. CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 Mediterrâneo: Hambúrguer de fraldinha de 200g, abobrinha grelhada, cebola roxa, ricota temperada e um toque de hortelã, servido no pão de hambúrguer. Acompanha batata rústica e maionese da casa. SERVIÇO R. Haddock Lobo, 167 - Cerqueira Cesar - (11) 4328-6222 Big Kahuna Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Chicken Freaken: Burger de frango empanado super crocante, queijo cheddar, tomate caquí, alface americana e maiones da casa no pão brioche. CATEGORIA FREESTYLE -  R$34,80 Corleone: Burger de 220g, muçarela de búfala, molho de tomate caseiro, pepperoni Pirineus e manjericão fresco no pão brioche. SERVIÇO Al. Lorena, 53 - Jardim Paulista - (11) 3051-6268 e (11) 4561-7670 Boog Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 San Francisco: Pão de ervas, ovo, bacon, tomate, mix de alface com rúcula e mostarda Dijon Maille. Acompanha batata chips. CATEGORIA FREESTYLE -  R$22,70 Fresh Mushroom : Pão de ciabatta, pesto de rúcula, tomate seco, muçarela de búfala e cogumelo paris. Acompanha batata chips e mostarda Dijon Maille SERVIÇO Av. Engenheiro caetano Alvares, 1490 - Casa Verde - (11) 3857-2609 Brado CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Croque Monsieur: Sanduíche gratinado, recheado com variação de queijos, presunto e molho bechamel CATEGORIA FREESTYLE -  R$36 Brado Sanduweek: Peito bovino curado, picles, cebola roxa marinada, queijo suíço derretido e mostarda Dijon Maille SERVIÇO R. Joaquim Antunes, 381 - Pinheiros - (11) 3061-9293 Brewdog CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Chickenlicious: Frango empanado na farinha panko, coleslaw de carambola e maionese picante. CATEGORIA FREESTYLE -  R$30 Chili Burger: Hambúrger de 200g, cheddar, chilli com carne e sour cream SERVIÇO R. Coropés, 41 - Pinheiros - (11) 3037-4007 Brown Sugar CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Crispy Chicken: Pão italiano torrado, filé de frango empado e coleslaw. CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 Pork Burger: Pão de brioche, blend de carnes de porco, cebola roxa caramelizada, rúcula e molho de mostarda especial. Acompanha batata frita. SERVIÇO R. Padre João Manoel, 1055 - Jardins - (11) 3063-4249 Buddies Burger & Beer CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Garlic Burger: Hambúrguer de 180g, pasta de alho assado, queijo e manteiga de ervas CATEGORIA FREESTYLE -  R$29 Buddies Burger: Hambúrguer de 180g com muçarela e molho de cerveja SERVIÇO R. Professor Atílio Innocenti, 419 - Itaim-Bibi - (11) 2373-8878 Bullguer CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Mister Frankfurt: Pão de hot-dog, salsicha Frankfurt, creme de mostarda Dijon Maille, pickles e cebola desidratada CATEGORIA FREESTYLE -  R$20 Sheik Cheddar: Pão de brioche, carne Black Angus, cebola assada, e cheddar SERVIÇO R. Diogo Jácome, 606 - Vila Nova Conceição  - (11) 3044-2757 Buraco Paulista CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Buraco da Roça:  Buraco quente de frango caipira com creme de milho. CATEGORIA FREESTYLE -  R$20 Buraco Americano: Buraco quente de pastrami com queijo muçarela e mostarda Dijon Maille. SERVIÇO Marechal Food Park – R. Dr. Albuquerque Lins, 504 - Santa Cecília Café Voyage CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Sanduíche Austrália: Pão australiano recheado com lagarto assado, queijo prato derretido e cebola caramelizada. Acompanha fritas ao alecrim ou mix de folhas ou coleslaw. CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 Sanduíche Itália: Pão ciabatta recheado com presunto parma, queijo provolone derretido e pasta de ervas finas. Acompanha fritas ao alecrim ou mix de folhas ou coleslaw. SERVIÇO R. Professor Atílio Innocenti, 439 - Itaim Bibi - (11) 3045-5792 e (11) 3045-5831 Canto da Cerveja CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Caipirão: Frango caipira desossado e refogado com especiarias, quiabo da vó, queijo canastra massaricado, pico de gallo na broa de milho CATEGORIA FREESTYLE -  R$26 Pancetone: Hambúrguer de 150g de costela de Angus grelhado na lenha, pancceta crocante, creme de cambochant e queijo azul chevre do bosque, no pão tipo brioche SERVIÇO R. Dr. José Higini, 71 - Vila Oratório - (11) 3586-4942 Cervejaria Marengo CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Street Marengo: Pão francês recheado com cupim assado, cebola caramelizada no shoyo com manteiga e queijo fundido. CATEGORIA FREESTYLE -  R$30 Mamma Mia!: Pão ciabatta recheado com tiras grelhadas de abobrinha, berinjela e cebola temperadas ao molho pesto, cobertas com queijo brie e tiras de jámon crocante SERVIÇO R. Emilia Marengo, 161 - Tatuapé - (11) 2671-4871 Condessa CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Croc das Arábias: sanduíche com homus de berinjela grelhada e sumac no pão sírio integral CATEGORIA FREESTYLE -  R$35 Club Sandwich do Conde: sanduíche com crisp de presunto cru e mozarela de búfala no brioche SERVIÇO R. João Lourenço, 367 -  Vila Nova Conceição.   De mudança para R. Bueno Brandão, 66 - Vila Nova Conceição - (11) 3081-7204 Deli Deli CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Deli Pork Sandwich: Pao português especial, tostado na manteiga, maionese de pimenta "bhut jolokia", lombo suíno confitado com limão siciliano e cachaça envelhecida, baby rúcula, mix de cebolas roxas e cheiro verde. Acompanha água Perrier. CATEGORIA FREESTYLE -  R$35,90 Mignon na Baguette: Sanduíche de filé mignon grelhado com sal grosso, blend de queijo gruyère e prato PJ, pão baguette, com molho "mostardeli" da casa e servido com mix de folhas. Sua montagem é finalizada com uma cebola "confitada" e caramelizada em rapadura e cerveja escura IPA de Chicago. Acompanha mostarda Dijon Maille. SERVIÇO R. Leopoldo Couto Magalhães Jr., 671 - Itaim-Bibi - (11) 3071-3706 Herdade CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Raiz: Seleta de legumes orgânicos grelhados com queijo colonial, mel e alho negro. CATEGORIA FREESTYLE -  R$23 Maiale: Pão colonial com pernil marinado, pururuca e maçã caramelizada com gengibre SERVIÇO Av. Faria Lima, 4199 - Vila Nova Conceição - (11) 3849-0589 I Love Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Fly: Filé de frango, alface lisa, tomate e coalhada com pepino e hortelã, no pão baguete CATEGORIA FREESTYLE -  R$24,75 Shine: Filé mignon empanado, catupiry com doritos, rúcula e maionese de bacon, no baguete de ciabatta SERVIÇO R. Amador Bueno, 767 - Sto. Amaro - (11) 2594-8845 Jorge Restaurante CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Tostex Vegetariano: Lâminas finas de abobrinha regadas com fio de azeite extra virgem, requeijão orgânico Nata da Serra, tomate e mozarela de búfala, no pão 5 grãos CATEGORIA FREESTYLE -  R$35 Sanduíche de Salmão Defumado: Salmão defumado lâminado, fatia fina de cebola roxa, raiz forte, pepino em conserva, alface americana, no pão de miga integral. SERVIÇO R. José Maria Lisboa, 1000 - Jardim Paulista - (11) 3088-9822 Las Vegas Grill CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Blackjack: Hambúrguer artesanal 150g, queijo muçarela, alface baby e molho mostarda e mel no pão australiano. CATEGORIA FREESTYLE -  R$30 Fullhouse:  Dois hambúrgueres artesanais de 150g, queijo emmental, maionese de mostarda Dijon Maille e batatas fritas no pão australiano. SERVIÇO Marechal Food Park – R. Dr. Albuquerque Lins, 504 - Santa Cecília Let's Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Porky's: Hambúrguer de linguiça de pernil, acompanhado de molho vinagrete CATEGORIA FREESTYLE -  R$29 The Warriors: Hambúrguer de fraldinha, com molho barbecue, onion rinsg e molho de gorgonzola SERVIÇO R. Rafael Corrêa Sampaio, 899 - Bairro Santa Paula - São Caetano do Sul - (11) 2376-8861 Meat Chopper Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Tweedy Burger: Hambúrguer de frango feito na casa, queijo prato, alface, tomate e o exclusivo molho Meat, no pão de hambúrguer tradicional. CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 Dijon burger: Hambúrguer de 200g de carne, queijo gruyère, cebola roxa tostada, bacon crocante, rúcula, tomate e deliciosa maionese de mostarda Dijon Maille, no pão de hambúrguer preto SERVIÇO R. dos Pinheiros, 507 - Pinheiros - (11) 3081-5369 Mercearia do Conde CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Croc das Arábias: sanduíche com homus de berinjela grelhada e sumac no pão sírio integral CATEGORIA FREESTYLE -  R$35 Club Sandwich do Conde: sanduíche com crisp de presunto cru e mozarela de búfala no brioche SERVIÇO R. Joaquim Antunes, 217 - Pinheiros - (11) 3081-7204 Metrópole RestoBar CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Churrasquinho de Anjo: Criação única de carpaccio bovino feito na chapa, com queijo provolone e mix de ervas com molho Worcestershire em pão francês artesanal. CATEGORIA FREESTYLE -  R$25 Kobe Burguer Experience : Hambúrguer de kobe com queijo gouda, relish de pepino e farofa de bacon, no pão com gergelim negro SERVIÇO Av. Santa Marina, 626 - Barra Funda - (11) 3611-0642 Mondiale Restaurante CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Rib´s Burger: Pão de Milho, carne de costelinha suina, molho barbecue, queijo fundido, alface romana e mostarda Dijon Maille. CATEGORIA FREESTYLE -  R$20 Sanduíche de Angus: Pão preto com gergelim branco, carne bovina confitada, cebola caramelizada, molho de cogumelos e tomate seco e mini folhas. SERVIÇO Marechal Food Park – R. Dr. Albuquerque Lins, 504 - Santa Cecília Oficina do Hambúrguer CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Soja: Hambúrguer de soja, com cebola caramelizada no mel, shoyo e gengibre, no pão integral. CATEGORIA FREESTYLE -  R$29 : Hambúrguer especial de carne de 220g, ovo, bacon queijo muçarela, cebola frita e salada, no pão tradicional. SERVIÇO R. dos Otonis, 627 - Vila Mariana - (11) 4508-2206 Original Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Original Sweet & Spyce: Suculento hambúrguer de fraldinha de 120g, queijo prato e um toque de geleia de pimenta. CATEGORIA FREESTYLE -  R$32 The Original Week: Sensacional hambúrger de costela bovina angus de 210g, combinação de queijos gorgonzola, muçarela e parmesão , cebolas caramelizadas, no legítimo pão australiano. SERVIÇO Av. Padre Antônio José dos Santos, 798 – Brooklin – (11) 5096-1956 Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 2282 loja 10 - Alto de Pinheiros - (11) 3021-5207 R. República do Iraque, 1268 - Campo Belo - (11) 5049-1380 Pibus Hamburger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Pibus Trembão Mineirão: Saborosíssimo e tradicional lanche de pernil da melhor qualidade,assado lentamente e coberto por molho especial feito a base de cebolas, tomates frescos, alho, pimentão verde e especiarias, no pão de queijo artesanal produzido na casa. CATEGORIA FREESTYLE -  R$35 Pibus Trembão Brunch: Delicioso sanduíche de pancetta, lombo defumado e bacon produzidos artesanalmente sobre uma cama de queijo gruyère e cobertos por um lindo ovo caipira, no pão de queijo artesanal produzido na casa. SERVIÇO Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 819 - Itaim Bibi - (11) 3845-4627 / (11) 3846-5580 R. Apinajés, 847 - Perdizes - (11) 3868-4682 / (11) 2925-7436 / (11) 3863-9002 Pier 8 Bar e Restaurante CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Cubano: Pernil suíno marinado, presunto na chapa, queijo suíço, pickles e molho de mostarda Dijon Maille, servido na baguete com manteiga. CATEGORIA FREESTYLE -  R$25 Cupita: Cupim assado por 24h, creme de queijos, cebola roxa, pimentão grelhado e maionese caseira feita com mostarda Dijon Maille e pimenta dedo de moça. Servido no pão Pita SERVIÇO R. Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 633 - Itaim-Bibi - (11) 2365-5759 Que Pankeka - Cuisine Contemporaine CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Wrap Caesar: Delicioso wrap de frango em cubos, alface, cream cheese e parmesão CATEGORIA FREESTYLE -  R$28,99 Wrap Dijon: Saboroso wrap de filé mignon, mostarda Dijon Maille suavizada com mel, lascas de ricota defumada, tomate e alface SERVIÇO R. Dr. Cesar, 938 – Santana - (11) 2959-2525 R. Borges Lagoa, 189 - Vila Mariana -  (11) 5549-5549 Santo Pão CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Grilled Olive Cheese: Mix de queijos derretidos no pão artesanal de azeitonas e alecrim tostado na chapa, acompanha dipping de tomate e manjericão. CATEGORIA FREESTYLE -  R$26 Piadina Santo Pão: Piadina multigrãos recheada com peito de frango marinado em ervas e especiarias e guacamole. SERVIÇO R. Padre João Manuel, 968 - Jardins - (11) 2309-5594 Seu Chalita o Árabe CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Shawarma de Frango: Tiras de frango cortadas na hora de um espeto giratório, acompanha alface, tomate, picles,batata com pasta de alho enrolado no pão pita. CATEGORIA FREESTYLE -  R$26,90 Beirute de Kafta Chalita: Pão pita feito na hora (saj), hambúrguer de 200g de kafta especial da casa, hommus, cebola caramelizada e molho de tahine do chef. Acompanha batata frita. SERVIÇO R. Tabapuã, 592, Itaim-Bibi - (11) 2361-9936 Stunt Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Stunt Dog: Pão de hot dog especial na forma granulado com queijo, salsicha berna, uma pincelada de mostarda Dijon Maille, creme de gorgonzola ou cheddar (quem escolhe é o cliente), com farofa de bacon CATEGORIA FREESTYLE -  R$28 King Kong: Três hambúrgueres de 100g, com três queijos diferentes: creme de cheddar, creme de gorgonzola e muçarela natural, três fatias de bacon artesanal intercalada entre os hambúrgueres, no pão de hambúrguer preto. SERVIÇO R. José Jannarelli, 426 - Vila Progredior - (11) 3721-3538 Texas Grill Hot Dog CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Wild West: Salsicha frankfurter, mostarda Dijon Maille e vinagrete. CATEGORIA FREESTYLE -  R$20 Texas Ranger: Salsicha frankfurter, mostarda Dijon Maille, batata frita e queijo fundido, no pão de milho. SERVIÇO Marechal Food Park – R. Dr. Albuquerque Lins, 504 - Santa Cecília To Be CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Asian Healthy Wrap: Wrap quente de peito de frango, cenoura, abobrinha, broto de feijão e repolho temperado delicamente por um curry vermelho. CATEGORIA FREESTYLE -  R$31 Fresh Salmon Burger: Suculento hambúrguer de salmão temperado com mostarda Dijon Maille e ervas aromáticas servido com guacamole e cebola roxa no pão integral. SERVIÇO R. Ministro Jesuino Cardoso, 538 - Vila Nova Conceição - (11) 2628-2450 Tostex® CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Pernil Torrada Torrada: Pernil tradicional temperado com cebola, pimentão vermelho e queijo, com o toque da Luanda. CATEGORIA FREESTYLE -  R$13,90 Frango Especial : Frango desfiado, temperado com molho cremoso de manjericão, cebola roxa e muçarela. SERVIÇO SHOPPING CIDADE JARDIM: Av. Magalhães de Castro, 12000 - 2º PISO Segunda a sábado das 10h às 22h Domingo das 12h às 20h TOSTEX HIGIENÓPOLIS: R. Alagoas, 900 - Higienópolis Segunda a sexta das 7h às 22h Sábado das 7h às 20h SHOPPING PÁTIO PAULISTA: R. Treze de Maio, 1947 - PISO TREZE DE MAIO Segunda a sábado das 10h às 22h Domingo das 12h às 20h SHOPPING ELDORADO: Av. Rebouças, 3970 - 2º SUBSOLO – Pinheiros Segunda a sexta da 8h às 22h Sábado das 10h às 22h SHOPPING JK: Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 - PISO 3 - Itaim Bibi Segunda a sábado das 8h às 22h Domingo das 12h às 22h SHOPPING VILA OLÍMPIA: R. das Olimpíadas, 360 - PISO 2 - Vila Olímpia Segunda a sexta das 9h às 22h Sábado das 10h às 22h Domingo 13:30h às 20h BAIRRO PARAISO: R. Desembargador Eliseu Guilherme, 53 – Paraíso Segunda a Sexta das 8h às 20h Sábado das 9h às 17h PARQUE SHOPPING MAIA: Av. Bartholomeu de Carlos, nº 230 - PISO 2 - Jardim Flor da Montanha - Guarulhos – SP - (11) 3758-3485 Segunda a Sábado das 10h às 22h Domingo das 12h às 20h   Tri Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Hawaiian Chicken Burger: Hambúrguer de frango empanado, levemente apimentado, alface americana e maionese da casa. CATEGORIA FREESTYLE -  R$27,99 Aloha Burger: Pão australiano, alface americana, cenoura ralada, repolho roxo, pepino, broto de alface, fatias de avocado e tomate. SERVIÇO R. Haddock Lobo, 351 - Santo André - (11) 2324-8055 Wings Burger CATEGORIA STREET FOOD – R$15 Wings Ka-boom: Hambúrguer de 150g de pernil suino, queijo cheddar, cebola caramelizada e molho barbecue no pão australiano do Wings CATEGORIA FREESTYLE -  R$27 Coliseo Burger: Hambúrguer de fraldinha de 230g, queijo mozzarella, tomate marinado, panceta crispy e maionese de pesto, no pão ciabatta do wings. SERVIÇO R. Agostinho Cantu, 47 - Butanta - (11) 99466-8393
    Saiba mais
  • A história da peça O Lugar de Onde se Vê pode parecer igual a muitas outras no princípio. Traz uma menina triste com a separação dos pais que acha que deve deixar de brincar para se tornar adulta e parar de sofrer. O desenrolar desse espetáculo, contudo, opta por um caminho pouco previsível. Eva (Lara Hassum) está arrasada quando descobre uma sala de espetáculos dentro de um prédio abandonado. O lugar é habitado pelas coloridas musas da Tragédia (Felipe Ludovico), da Comédia (em divertida interpretação de Taís Luna) e do Drama (Tássia Melo). As três irmãs, ao perceber a chateação da garota, decidem ajudá-la a reencontrar a alegria e, para isso, empregam o único meio que conhecem: o teatro. Intercalando personagens famosos da dramaturgia, como Cyrano de Bergerac, Arlequim e Hamlet, elas levam Eva a uma aventura pelo universo da fantasia enquanto a menina procura uma princesa aprisionada. Usando a metalinguagem de forma acertada, a primeira montagem da Cia. Ouro Velho tem um texto admirável e só perde pontos quando a protagonista faz também o papel da narradora, o que causa confusão entre as crianças da plateia. Estreou em 31/8/2014. Até 26/42015.
    Saiba mais
  • Além de autora do best-seller, a inglesa E.L. James é uma das produtoras de Cinquenta Tons de Cinza. Dizem que a escritora supervisionou cada detalhe nos sets para nada sair fora de seu alcance. E assim foi. A adaptação do primeiro volume da trilogia segue à risca o livro — além dos mesmíssimos diálogos, as situações (tirando uma ou outra cena) são idênticas às da literatura. Resumo: o fã não vai se sentir traído, porém falta personalidade ao longa-metragem. De tão arrumadinho para agradar, o filme perde em autenticidade e calor. Muito comentada pela mídia no último ano, a história trata de um romance pouco convencional para os padrões de Hollywood. Anastasia Steele (Dakota Johnson), uma estudante virgem recém-formada que mora em Vancouver, conhece numa entrevista, em Seattle, o empresário bilionário Christian Grey (Jamie Dornan). A atração entre os dois é imediata. Conquistador charmoso, Grey passa a assediá-la até chegar o momento da confissão: ele não curte romance e gosta de sexo sadomasoquista. Denomina-se “o dominador” enquanto sua parceira seria “a submissa”. Em seu “quarto vermelho da dor”, há algemas, correntes, chicotes e uma série de apetrechos para aliar prazer e dor (não necessariamente nessa ordem). Anastasia, apaixonada, embarca no vale-(quase)-tudo. A versão para o cinema reduziu drasticamente as cenas de sexo, embora duas delas sejam poderosas e tórridas. Pela duração (duas horas), o romance entre os protagonistas perde em intensidade e raramente decola. A química entre Grey e Anastasia demora a engrenar e, não à toa, os dois se entregam mais aos papéis nos derradeiros minutos. A surpresa, contudo, tem nome: Dakota Johnson não perde o rebolado nem mesmo quando totalmente despida. Dornan, ao contrário, construiu um Grey automático e frio. Ex-modelo, inclusive de cuecas, o ator irlandês tem beleza, refinamento e sensualidade, mas perde no quesito “pegada”, algo fundamental para o personagem. Estreou em 12/2/2015. + Teste seus conhecimentos em um quiz sobre Cinquenta Tons de Cinza + Onde encontrar Christian Grey em São Paulo + As diferenças entre o livro e o filme + Conheça o apartamento de Christian Grey em vídeo inédito + Fotos dos bastidores mostram os atores bem à vontade + Sete coisas e situações estranhas influenciadas pelo filme
    Saiba mais
  • Nicole Kidman, Mia Wasikowska e Matthew Goode estrelam o suspense dramático Segredos de Sangue, uma das atrações da Mostra em Família, que segue até o dia 25 no Centro Cultural São Paulo. O longa-metragem, dirigido pelo sul-coreano Chan-wook Park e com ingresso a R$ 1,00, tem exibição na sexta (20/2), às 20h30. De 3 a 25/2/2015.
    Saiba mais
  • Um grupo de seis amigos, liderado pelo casal de namorados Michelle (Cody Horn) e John (Dustin Milligan), ruma até uma casa em Baton Rouge, Louisiana. Foi lá que, 25 anos antes, ocorreu uma chacina provocada por possessão demoníaca. O saldo atual é igualmente estarrecedor: três deles são mortos, Michelle desapareceu, Brian (Scott Mechlowicz) fugiu da cena do crime e, sobrevivente abalado, John foi capturado pela polícia para prestar depoimento. Diante da psicóloga interpretada por Maria Bello, o rapaz, ainda sem lembrar exatamente dos fatos, tenta recordar os momentos angustiantes pelos quais passaram. A Casa dos Mortos não se diferencia de outros filmes de terror produzidos nos últimos anos. Escala uma turma de jovens atores pouco conhecidos para embarcar numa trama de espíritos perversos numa casa mal-assombrada. Novidade: o desfecho contraria o clichê, embora seja difícil de engolir. Estreou em 12/2/2015.
    Saiba mais
  • Sebástian (papel do fofo Félix Bossuet) tem 10 anos e foi criado por um senhor (Tchéky Karyo) a quem ele chama de avô. Sua mãe, segundo os adultos, partiu “para a América” e, solitário, o garoto passa os dias nas montanhas pastoreando ovelhas. Em 1942, os nazistas tomaram a França e estão à procura de moradores que ajudam os judeus a atravessar a fronteira com a Suíça. Para piorar, um animal anda fazendo estragos na região. O menino, porém, descobre algo surpreendente: a tal “besta” é uma cadela de grande porte e, embora selvagem, mostra-se amigável quando domada. Há duas tramas em Belle e Sebástian que parecem não se entrosar. De um lado está uma aventura nos moldes da Disney. Na outra ponta encontra-se um frágil drama de guerra. Especialidade do documentarista da natureza Nicolas Vanier, as deslumbrantes paisagens dominam a atração, sobretudo no registro do rigoroso inverno europeu. Estreou em 12/2/2015.
    Saiba mais
  • Concebido como um musical da Broadway na década de 70, Annie virou filme em 1982 e, agora, ganha uma nova adaptação. A história mistura ingredientes do drama e da comédia e, como nos bons programas da Sessão da Tarde, entretém sem entediar. Na trama, Annie (a talentosa e versátil Quvenzhané Wallis, de Indomável Sonhadora) foi abandonada pelos pais e, junto de outras meninas, mora com uma tutora autoritária (papel de Cameron Diaz). O destino da garota muda após ela escapar de um atropelamento com a ajuda de Will Stacks (Jamie Foxx). Magnata da telefonia celular, esse ricaço está se candidatando a prefeito de Nova York e, aconselhado por seu marqueteiro, decide acolher Annie em seu luxuoso apartamento. Optando por lançar apenas cópias dubladas, a distribuidora pode ter dado um tiro no pé. A criançada deve ficar impaciente com o excessivo número de cantorias e, para adultos, Annie decepciona na descuidada versão em português. Estreou em 12/2/2015.
    Saiba mais
  • Na China do século XII, um rei, ao desconfiar das maldades do primogênito, convence seu caçula e a filha a fugir para longe. A dupla, que será perseguida pelo irmão vingativo e por seus capangas, encontra a proteção de Jacob (Hayden Christensen), um guerreiro viciado em ópio. Cumprindo a missão de ajudá-los, esse cavaleiro solitário vai enfrentar os inimigos com a força de um tufão. Na meia hora final, eis que surge Nicolas Cage, o canastrão de plantão para qualquer obra, com uma cicatriz no rosto e uma atuação patética de fazer inveja às comédias do Monty Python. O personagem dele foi mentor de Jacob nas cruzadas do Oriente Médio e, agora, vive em paz. Trazendo a ambição de um épico, O Imperador investe em muitas cenas de luta, enrola a plateia em uma trama medíocre e chega ao ápice num desfecho previsível. Estreou em 12/2/2015.
    Saiba mais
  • Com entrada gratuita, a mostra Verão de Clássicos, na Cinemateca, traz um dos primeiros filmes de Pedro Almodóvar. Trata-se da comédia Maus Hábitos, dirigida pelo espanhol em 1983. A fita, programada para o sábado (21/2), às 21h, integra uma seleção de mais nove longas-metragens, que ficam em cartaz até domingo (22/2).
    Saiba mais
  • Australiano de 57 anos, o compositor e cantor Nick Cave é biografado em um documentário incomum. Nick Cave — 20 000 Dias na Terra não busca registros antigos nem faz entrevistas de forma convencional. Cave, radicado em Brighton, na Inglaterra, surge no analista rememorando a infância e o vício em heroína. No volante do automóvel, dirige pelas estradas conversando com o ator Ray Winstone ou ouvindo confissões de Blixa Bargeld, seu ex-parceiro na banda The Bad Seeds. Cave mostra objetos e fotos do passado. Há ainda seus momentos de criação, ensaios e, nos minutos finais, uma apresentação no palco para soltar a voz de roqueiro. Infelizmente, não há tradução nas letras das canções. Se Katy Perry e Justin Bieber, para não ir muito longe, já tiveram seus docs musicais exibidos nos cinemas, por que não Nick Cave? O longa-metragem se diferencia, sim, pelo formato, mas, convenhamos, seu público deve ser bem restrito. Estreou em 12/2/2015.
    Saiba mais
  • Há mais de sessenta anos a agência da ONU responsável por assistir refugiados palestinos documenta a saga desse povo ameaçado por guerras e impasses políticos com nações vizinhas. Dos mais de 400 000 negativos que compõem o acervo recém-digitalizado, quarenta ampliações integram a mostra A Longa Jornada, em cartaz no Centro Cultural São Paulo. A seleção é comovente, principalmente quando as imagens retratam crianças, e interessante porque vale como registro histórico. Estão ali os primeiros acampamentos, as escolas improvisadas e o registro das constantes mudanças de território feitas durante a década de 50. Dispostas em um labirinto de arame, as fotografIas remetem à sensação de encarceramento. Mas a exposição perde força nos momentos em que, com cenas burocráticas, faz propaganda do órgão humanitário. Também derrapa ao não se aprofundar em massacres tenebrosos como o de Sabra e Chatila, em 1982, quando centenas de refugiados foram executados. Até 15/3/2015.
    Saiba mais
  • Testamento criativo do dramaturgo e diretor Fauzi Arap (1938-2013), a comédia A Graça do Fim traz à tona  virtudes um tanto esquecidas no teatro. Sob o comando de Elias Andreato, a montagem sensibiliza a plateia através da extrema simplicidade do cotidiano, representada em diálogos ácidos, divertidos e, por vezes, carregados de melancolia. Em uma surpreendente transformação, o ator Nilton Bicudo aparenta pelo menos vinte anos a mais, recorrendo, no máximo, a uma leve maquiagem e à cor branca no cabelo. Ele interpreta um senhor ainda lúcido e ativo impedido de viver sozinho pela família por causa das limitações da idade. Um cuidador (papel de Cleiton Santos) é contratado para vigiá-lo, para administrar seus remédios e mantê-lo sob controle. Sim, o óbvio acontece. A revolta e a implicância inicial se transformam em amizade, com as diferenças devidamente aceitas e as experiências compartilhadas. Por ser a última peça de Arap, finalizada quando ele já encarava a derrota para o câncer, ela pode ser vista sob um olhar mais condizente. A cuidadosa direção de Andreato e a impecável atuação de Bicudo, no entanto, valorizam as palavras dessa crônica de costumes. Mesmo a pouca experiência de Cleiton Santos, em sua criação linear, não diminuiu o interesse em torno do discurso final de Arap, que, de tão prosaico, alcança a profundidade. Estreou em 30/1/2015. Até 27/6/2015.
    Saiba mais
  • Monólogo dramático

    Salamaleque
    VejaSP
    2 avaliações
    Para o espectador acomodado no subsolo do Instituto Cultural Capobianco, a sensação não é a de que uma peça de teatro virá pela frente. Assim que a atriz Valéria Arbex desce a escadaria para iniciar o monólogo dramático escrito por Alejandra Sampaio e Kiko Marques, fica assumida a identidade de uma anfitriã diante dos seletos convidados. O local se transforma em uma cozinha, com mesa, forno, geladeira e tudo o que será necessário. Valéria veste o avental e começa um bate-papo informal de caráter afetivo e memorialista. Ela é uma mulher recém-chegada aos 30 anos, neta de imigrantes árabes, que repassa histórias de seus avós e bisavós, muitas anteriores à chegada deles no Brasil. Em meio à conversa, a atriz prepara receitas típicas ensinadas pelos antepassados. Coalhada seca, homus (pasta de grão de bico com tahine), babaganuche (pasta de berinjela com tahine) e o delicioso raha, o doce de goma aromatizado com almíscar, são alguns exemplos, todos devidamente servidos ao público no final. Não deixe de beber a refrescante água aromatizada (com essência de romã, hortelã e limão-siciliano). Sob a direção de Denise Weinberg e Kiko Marques, Valéria conduz a montagem com uma despretensão cativante. O surpreendente final explica as intenções de cada detalhe da encenação e torna a experiência da degustação uma celebração que enriquece a dramaturgia. Estreou em 31/5/2013. Até 27/8/2016.
    Saiba mais
  • Jorge Takla é o homem dos grandes musicais e também dos dramas profundos. Demorou, no entanto, quatro décadas para o prestigiado diretor investir em uma comédia. o resultado é puro refinamento e bom gosto para emoldurar o entretenimento de Vanya e Sonia e Masha e Spike, sucesso do americano Christopher Durang, lançado na Broadway, que remete ao universo ficcional do autor russo Anton Tchecov (1860-1904). a trama é repleta de citações a textos, tipos e frases do escritor de A Gaivota e O Jardim das Cerejeiras. Se você tiver conhecimento sobre essas peças, o espetáculo, sem dúvida, se tornará mais saboroso, mas nada é fundamental para embarcar no jogo intertextual. o trio central remete ao clássico As Três Irmãs, sendo que, aqui, a mais velha conseguiu se libertar da mediocridade familiar. Masha é uma estrela de cinema (representada por Marília Gabriela) em visita à casa de campo onde vivem os irmãos solteirões Vanya e Sonia (interpretados por Elias andreato e Patricia Gasppar). Ela chega acompanhada do jovem namorado (o ator Bruno Narchi) e, por lá, ainda encontra a aspirante a atriz Nina (Bianca Tadini) e uma empregada com poderes mediúnicos (papel de Teca Pereira). Está montado um divertido e surtado retrato familiar para enternecer o público. Bem à vontade, Marília Gabriela tira sarro de si mesma e brinca com as modulações de sua voz. Bianca e Narchi foram bem conduzidos por Takla, enquanto Patricia Gasppar convence no papel mais difícil, o da neurótica. os destaques, porém, ficam com a impagável Teca Pereira e com Elias Andreato, que contorna a afetação gay do personagem para brilhar em um belo monólogo na reta final, dando um puxão de orelha em boa parte da plateia. Estreou em 6/3/2015. Até 19/7/2015.
    Saiba mais
  • Não há medo de experimentar na trajetória de sucesso desta cantora paulistana. No mais recente Tropix, de março, ela se desamarrou dos ritmos jamaicanos e do sambinha acidental que havia explorado em Vagarosa e Caravana Sereia Bloom para embarcar nas batidas dos sintetizadores. O visual angelical deu lugar a um figurino reluzente, à moda dos anos 70. Eis uma mudança apropriada para mostrar um trabalho muito similar a uma peça da disco music — mas com um toque de Céu, é claro. Ou seja, há espaço para muitas misturas de estilo. A sequência de músicas românticas feitas para atravessar a madrugada começa com o som sintético da faixa de entrada, a sensual Perfume do Invisível, passa por uma divertida pitada de tecnobrega, em Varanda Suspensa, e levanta de vez o público com a levada funkeada de A Nave Vai. No encerramento, Rapsódia Brasilis envereda pela crítica social e questiona a relação entre patrão e empregado. Dividem também o palco Pupillo (bateria), David Bovée Swan (guitarra), Lucas Martins (baixo) e João Leão (teclados). De 28 a 30/4/2016.
    Saiba mais
  • É bonita

    Atualizado em: 13.Fev.2015

Fonte: VEJA SÃO PAULO