Shows

Britney Spears se apresenta pela primeira vez em São Paulo

Após abusar de álcool e drogas, cantora tenta se reerguer com a turnê do CD "Femme Fatale"

Por: Carol Pascoal

A cantora numa homenagem a Marilyn Monroe: fim dos excessos?
A cantora numa homenagem a Marilyn Monroe: fim dos excessos? (Foto: Divulgação)

Os fãs que foram ao Rock in Rio de 2001 para assistir à apresentação de Britney Spears saíram do festival frustrados. Embalada pelo ótimo momento da turnê "Oops!... I Did It Again", a americana fez playback e alegou ter usado o artifício devido às exigentes coreografias — uma desculpa nada convincente para quem, na época, era chamada de princesinha do pop. Desde a visita ao país, a cantora passou por situações um tanto ameaçadoras para sua carreira. Ela abusou de álcool, drogas, raspou a cabeça (!) e começou a engordar. Um dos resultados foi a perda da guarda dos dois filhos para o ex-marido Kevin Federline.

Lançado em março, o álbum "Femme Fatale" recebeu elogios e, aparentemente, marca o fim dos excessos na vida da intérprete. Agora, por exemplo, as bebidas alcoólicas estão vetadas em seu camarim. Essa pode ser a chance da estrela de retornar à disputa pelo posto mais alto da música pop, hoje ocupado por Lady Gaga e almejado por nomes como Rihanna e Katy Perry.

+ 100 programas para se divertir no feriado

+ A vez dos bateras: Stewart Copeland e Ringo Starr

+ Bruno Mars e Florence and The Machine vêm ao Brasil

Pela primeira vez em São Paulo, Britney e seus bailarinos começam o espetáculo com "Hold It Against Me", uma faixa do novo CD. Apesar de apostar na interação com o público — ela convida meninas ao palco para dançar "I Wanna Go" e se insinua para um rapaz da plateia durante "Lace and Leather" —, são os hits que devem garantir a diversão. "Baby One More Time", "I’m a Slave 4 U", "Womanizer" e "Toxic" prometem ser os pontos altos. Espera-se que a moça não insista no erro de cantar em playback nem se justifique com a frase “oops!... I did it again”, pois sua famosa música com esse nome nem está no repertório do show.

Fonte: VEJA SÃO PAULO