Carnaval

Blocos de rua ocupam Zona Oeste neste domingo

Quatro cordões animam os foliões durante toda a tarde; confira a programação e os horários

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Antes mesmo de fevereiro chegar o carnaval já havia invadido São Paulo. Neste sábado (31) e domingo (1) começou a programação pelas ruas da cidade. No sábado, os foliões lotaram a Avenida Faria Lima no bloco Fogo e Paixão, organizado pelo bar Pirajá. Já na Pompeía, famílias inteiras dançaram ao som do tradicional bloco do bairro, o passaram a mão na Pompéia. E os fãs do rock de Rita Lee se renderam ao samba, em versões das músicas da cantora feitas pelo Ritaleena.

+ Confira nossa cobertura ao vivo do carnaval de rua de São Paulo

A festa continua neste domingo, com uma programação animada e concentrada na Zona Oeste. Logo pela manhã, o bloco Chega Mais sai da rua Mourato Coelho, na Vila Madalena, com hits dos anos 80. Para os encalhados de plantão, a opção é o Casa Comigo, que sai na rua Beatriz. Dois blocos completam a programação com homenagens à Iemanjá: o Pilantraji, que sai em Perdizes e o Bastardo, da Praça Benedito Calixto.

+ Blog: Saiba tudo sobre a folião no Carnaval SP

Confira os endereços e horários:

Casa Comigo

Local: Rua Beatriz, Vila Madalena. Horário: 11h. Sobre: Marchinhas e música romântica em ritmo de samba estão no repertório para favorecer os amores de Carnaval. As mulheres costumam ir de véu, grinalda e buquê para conquistar um noivo

Chega Mais

Local:  Rua Mourato Coelho, altura do 281, Vila Madalena. Horário: 10h. Sobre: Hits dos anos 80 são o combustível do Chega Mais. O bloco, criado em 2014, tem bateria formada por trinta ritmistas. Use e abuse das fantasias! Paquitas, Freddie Mercury, He-Man, Falcon e outros ícones da década mais divertida da história marcam presença entre os foliões

Pilantragi

Local: Avenida Professor Alfonso Bovero, 1107 (em frente ao bar Bebo Sim), Perdizes.  Horário: 13h. Sobre: Bloco da festa produzida pelo jornalista e produtor Rodrigo Bento. Neste ano, faz homenagem à Iemanjá

Bastardo

Local: Esquina da Rua Lisboa com a Rua Cardeal Arcoverde, Pinheiros. Horário: 15h. Sobre: O nome do cordão, que estreou no ano passado, vem da ideia de que a rua não tem pai.  O grupo anima os foliões ao som de marchinhas em um cortejo para Iemanjá.

Fonte: VEJA SÃO PAULO