Mistérios da cidade

Biblioteca de São Paulo no antigo Carandiru

Por: Daniel Nunes Gonçalves [com reportagem de: Carolina Giovanelli, Fernanda Nascimento e Sara Duarte] - Atualizado em

Biblioteca de São Paulo_2150
(Foto: Cida Souza)

Sete anos depois de ser transformado no Parque da Juventude, o terreno onde funcionou a Casa de Detenção do Carandiru deve surpreender seus usuários a partir do próximo dia 9. Será inaugurada em uma área de 4 200 metros quadrados na Avenida Cruzeiro do Sul a Biblioteca de São Paulo, com projeto do escritório de arquitetura Aflalo & Gasperini. A fachada modernosa chama atenção pelo toldo em forma de velas de barco e o interior faz lembrar uma megastore. Seu acervo reúne 30 000 livros novinhos em folha. Além do catálogo completo das editoras Companhia das Letras, Cosac Naify, José Olympio e Record, o centro cultural disponibiliza mais de 1 000 livros em braile e audiolivros. “Para formar novos leitores, é preciso oferecer títulos atraentes”, afirma a diretora Magda Montenegro. O espaço conta com oitenta computadores conectados à internet e 4 000 CDs e DVDs para empréstimo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO