Roteiro

O melhor de Alphaville: bares

Escolha o seu lugar ideal para fazer o happy hour

Por: Catarina Arimatéia - Atualizado em

Azure - 2210a
Show em um dos ambientes do Azure: clima de balada (Foto: Divulgação)

Azure. Trata-se de um endereço jovem e descontraído, com jeitão de balada. O bar tem paredes de tijolinho e teto de bambu. Ao ar livre, há um deque com quiosque de sapê. O outro ambiente reúne palco e pista de dança. Exceto às terças, as demais noites são embaladas por música ao vivo. O pagode dá as caras às quartas e o sertanejo, às quintas e aos sábados. Bandas de rock agitam o espaço às sextas-feiras. Fazem sucesso como petisco os espetinhos de carne, frango, costelinha suína, linguiça e cafta (R$ 4,50 cada um). Para tabelar, serve um bem tirado chope (Devassa Loura, R$ 4,80).

Avenida Ipanema, 500, 18 do Forte Empresarial, tel.: 4195- 6383 (800 pessoas). 17h/1h30 (ter. a sex.), 15h/1h30 (sáb.). Couvert art. (qua. a sáb.): R$ 5,00 a R$ 10,00 (mulheres) e R$ 10,00 a R$ 25,00 (homens). Cc. todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). www.azure.com.br. Aberto em 2001.

+ Tudo sobre Alphaville

 

Deck. São três ambientes bem animados: o dequinho, que fica em frente à Praça Oiapoque, um deque maior, com espelho-d’água e três camarotes com sofás, e o salão com mesas e balcão. Há música ao vivo a partir das 7 da noite de terça à sexta. Quem estiver em turma pode apostar no drinque mojito gigante (rum, folhas de hortelã, suco de limão, açúcar e água com gás) — vem servido num copo de 1 litro e pode ser dividido por três ou quatro pessoas. Para acompanhar, vai bem a picanha fatiada no réchaud (R$ 51,90).

Alameda Grajaú, 321, tel.: 4689-0522 (280 pessoas). 11h30/15h e 17h/0h30 (seg. a sex.) e 11h/0h30 (sáb.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. www.deckalphaville.com.br. Aberto em 2009.

 

The Black Horse. Eis um legítimo pub, do cardápio à decoração. Os móveis foram trazidos da Inglaterra — o balcão, localizado no salão principal, data de 1882. No piso superior, além de uma sala com lareira, há jogos de sinuca, dardos, gamão e pebolim. Para o comando das panelas, foi escalado o chef irlandês Ronan Commins. Ele incluiu no menu alguns pratos típicos de seu país, como a panqueca boxty (recheada com filé-mignon e mix de cogumelos; R$ 41,00). Outra pedida clássica, o inglês fish & chips é feito com tilápia empanada em farinha e cerveja. Custa R$ 29,00.

Avenida Copacabana, 148, 18 do Forte Empresarial, tel.: 4208 - 5038 (135 lugares). 12h/15h e 18h/último cliente (seg. a sex.; sáb. só à noite; fecha dom.) Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 3,00; grátis no almoço). www.theblackhorse.com.br. Aberto em 2004.

Fonte: VEJA SÃO PAULO