ESPORTE

Em defesa de caso de doping, Anderson Silva alegará uso de viagra 'contaminado'

Lutador, suspenso temporariamente do UFC, deve se pronunciar nesta quinta na Comissão Atlética de Nevada

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Anderson Silva
O lutador deve ser ouvido pela Comissão Atlética de Nevada no dia 13 (Foto: Divulgação)

Ex-campeão do UFC, o lutador Anderson Silva, flagrado em exame antidoping após a luta com o americano Nick Diaz, dirá à Comissão Atlética de Nevada que não fez uso consciente das substâncias dostanolona e androsterona e que um medicamento que usou para melhorar o desempenho sexual estava contaminado.

O site Combate revelou que no documento que será apresentado nesta quinta (13) consta que Anderson Silva consumiu ansiolíticos (para combater ansiedade e insônia) na véspera da noite.

A equipe de defesa do brasileiro tem tentado desqualificar os resultados dos exames feitos no dia da luta. Os testes feitos pelo laboratório Sports Medicine Research and Testing Laboratory apontaram presença de drostanolona, mas as análises realizadas pelo Quest Diagnostics não encontraram os anabólicos.

Anderson Silva by Jairo Goldflus
Anderson Silva: flagrado em exame antidoping após luta com Nick Diaz (Foto: Jairo Goldflus)

Em janeiro deste anos, Anderson “Spider” Silva foi flagrado em exame antidoping após a luta contra o americano Nick Dias. Os testes deram postivio para o uso de substâncias anabolizantes. O confronto marcava a volta de Spider após ter fraturado a perna na disputado de cinturão contra Chris Weidman. 

+ Confira as últimas notícias

Anderson Silva já cumpre suspensão temporária desde 18 de  fevereiro. Nick Diaz, flagrado em exame antidoping por uso de maconha, também não pode lutar.  

Fonte: VEJA SÃO PAULO