SEGURANÇA

Alckmin volta a trocar comando da Rota

Coronel Alberto Sardilli, chefe da cavalaria da PM, assumirá o posto de Alexandre Gaspar Gasparin 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Rota - Telhada_2177
Policiais das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota): novo comando (Foto: Mario Rodrigues)

Em meio a uma série de atuações contra policiais, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) voltou a trocar o comando das Rondas Ostensivas Tobias Aguair (Rota). O tenente-coronel Alexandre Gaspar Gasparin, que havia assumido o comando da unidade em fevereiro deste ano, será substituído pelo coronel Alberto Sardilli. Este comandava a cavalaria da Polícia Militar.

Vídeo mostra momento em que carro da Rota capota em São Paulo

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a troca foi por “decisão estratégica”. A mudança no comando da Rota, no entanto, aconteceu em momento em que a imagem da Polícia Militar sofre com acusações de que seus homens tenham atuando em chacinas e execuções.

Alberto Sardilli
Alberto Sardilli: novo comandante da Rota (Foto: Reprodução Polícia Militar)

Fabrício Emmanuel Eleutério, soldado que trabalhou na Rota, é o único suspeito preso sob acusação de envolvimento na chacina de 19 pessoas nas cidades de Osasco e Barueri em agosto.

Grupo faz passeata em apoio ao comboio da Rota

Ainda no mês passado catorze policiais da Rota foram presos sob suspeita de terem matados dois suspeitos que já haviam sido rendidos em Pirituba, na Zona Norte da cidade. Poucos dias antes, outros dois policiais da Rota foram detidos após tentativa de matar um homem na cidade de Sumaré, na região metropolitana de Campinas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO