Televisão

Seriados produzidos na cidade ganham espaço nas emissoras

A exemplo de "Oscar Freire 279" e "Descolados", a maioria das histórias é ambientada na metrópole

Por: Ricky Hiraoka

Oscar Freire 279: o mundo da prostituição de luxo nas telas
Oscar Freire 279: o mundo da prostituição de luxo nas telas (Foto: Divulgação)

Recém-formada em arquitetura, a curitibana Dora desembarca em São Paulo para vencer na cidade. Começa trabalhando como vendedora, mas se envolve com um homem sedutor e acaba virando garota de programa de luxo. Esse é o enredo de "Oscar Freire 279", o primeiro investimento dramático do canal pago Multishow. A produção, que estreou no mês passado, vai ao ar em capítulos semanais de trinta minutos (toda segunda, às 23 horas). O título faz referência ao endereço do loft onde a garota vive e recebe seus clientes. Recheado de cenas apimentadas, o seriado é estrelado pela bela atriz Lívia de Bueno. A saga se encerra em janeiro, mas a emissora já negocia uma segunda temporada com a produtora responsável pela atração, a Prodigo, com sede no Morumbi. “Planejamos tudo em detalhes para fazer o melhor com poucos recursos”, afirma o diretor Giuliano Cedroni. A gravação de cada episódio sai por 40.000 reais, pouco menos de 10% do custo de um capítulo de uma novela das 9 da Globo.

+ Oito cursos gratuitos na SP Escola de Teatro

+ Redes homenageiam cinema brasileiro com promoções

O programa faz parte da primeira safra de séries realizadas na capital por empresas daqui. A exemplo de "Oscar Freire 279", a maioria dessas histórias é ambientada na metrópole. "Descolados", que leva a assinatura da também paulistana Mixer, mostra os dilemas de um trio de jovens que divide um apartamento no centro da cidade. O Parque Villa-Lobos e o Viaduto do Chá, por exemplo, servem de locação para as cenas do enredo exibido pela Band desde outubro. Em fase de gravações há outros três roteiros, entre eles "Destino SP", que aborda a vida de imigrantes que moram na capital. A responsável pelo trabalho é a O2 Filmes, do cineasta Fernando Meirelles (veja o quadro abaixo).

Julie e os Fantasmas: atração da Band
Julie e os Fantasmas: atração da Band (Foto: Divulgação)

Um dos fatores que explicam o aquecimento desse mercado é a Lei nº 12485, sancionada pela presidente Dilma Rousseff em setembro. Ela prevê que, a partir do próximo ano, os canais fechados deverão destinar três horas e meia por semana a produções nacionais no horário nobre (entre 18 e 22 horas). Por causa disso, eles começaram a se mexer, procurando gente capaz de preencher a cota. Nessa corrida, as produtoras daqui viraram alvo preferencial, já que possuem infraestrutura para fazer gravações de qualidade, em tempo curto e com verbas apertadas. “Isso vem da experiência de trabalhar com publicidade”, diz João Daniel Tikhomiroff, presidente executivo da Mixer.

+ 3 perguntas para...Francisco Cuoco

+ Claudia Raia estrela o décimo musical de sua carreira

Enquanto a TV fechada procura se adequar à legislação, algumas emissoras abertas investem nas parcerias com produtoras independentes como alternativa mais barata para inserir um núcleo de dramaturgia na grade de programação. Segundo o Ibope, os resultados são ainda bem modestos. A Band alcança atualmente 1,6 ponto de audiência com "Descolados" e 2 pontos com "Julie e os Fantasmas", ambas as séries produzidas pela Mixer. De acordo com a cúpula da empresa, não é apenas a audiência que é levada em conta quando se aposta nessa política. “Queremos trazer ideias novas para a tela e atrair mais jovens ao nosso público”, afirma Helio Vargas, diretor de programação da Band, que promete mais três seriados para 2012.

FDP, da Prodigo: estreia prometida para o início de 2012
FDP, da Prodigo: estreia prometida para o início de 2012 (Foto: Divulgação)

PRODUÇÕES LOCAIS

As atrações que estão no ar...

"Descolados"

Após uma série de imprevistos, três jovens são obrigados a viver num apartamento em São Paulo. Juntos, eles dividem as contas e os dilemas da vida adulta

Produtora: Mixer

Quando: sábado, às 23h20

Onde: Band

"Julie e os Fantasmas"

Aos 15 anos, a tímida Julie sonha em ser cantora e namorar Nicolas. Com a ajuda de três fantasmas, seus desejos começam a virar realidade

Produtora: Mixer

Quando: segunda, às 20h25

Onde: Band

"Oscar Freire 279"

Enquanto não realiza o desejo de ser florista, Dora trabalha como vendedora em uma loja da Rua Oscar Freire. Lá conhece um cliente que a transforma em garota de programa de luxo

Produtora: Prodigo

Quando: segunda, às 23h

Onde: Multishow

 ...e o que vem por aí

"Destino SP"

A série mostrará a cada semana a vida de um imigrante na cidade de São Paulo. São treze episódios e treze nacionalidades.

Produtora: O2 Filmes

Quando: 1° semestre de 2012

Onde: HBO

"FDP"

Depois de se divorciar e voltar a viver com a mãe, um árbitro de futebol tem a chance da sua vida quando é chamado para participar da Libertadores da América.

Produtora: Prodigo

Quando: abril de 2012

Onde: HBO

"Nanny"

Baseada numa sitcom americana, a série conta a história de uma mulher politicamente incorreta que vai trabalhar como babá de três crianças.

Produtora: Floresta

Quando: 2°semestre de 2012

Onde: Band

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO