Segunda edição do Rali Dakar

Álcool no rali

Com largada agendada para 1º de janeiro, o Rali Dakar começa sua segunda edição latina, por Argentina e Chile, com um único automóvel movido a álcool entre os cerca de 150 carros participantes. Ao longo de dezessete dias de prova, o gaúcho radicado na cidade Klever Kolberg correrá com um Pajero Flex que teve seu tanque de 90 litros substituído por um de 570 litros. Ao contrário dos outros veículos, que serão abastecidos de gasolina e diesel em postos do percurso, o de Kolberg vai usar o combustível brasileiro. “Dois caminhões transportarão, em quarenta tambores de PVC, os 8 000 litros de etanol que pretendemos usar”, diz o piloto.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s