São Paulo ganha grafites de Thoma Vuille

Só quem sobe a escada que dá acesso ao pavilhão de exposições do Museu da Imagem e do Som (MIS), no Jardim Europa, consegue ver, através de uma janela, o rechonchudo Monsieur Chat da foto acima. Personagem criado em 1997 pelo artista francês Thoma Vuille, ele está presente em muros de quinze países e apareceu pela primeira vez na cidade em janeiro, quando o grafiteiro veio para cá a convite do produtor cultural Benjamin Seroussi. Além desse gato, outro felino alegra a esquina das ruas Cardeal Arcoverde e João Moura, em Pinheiros (na foto menor). Apesar da aparência simpática, ele é usado na França como um símbolo para protestos como os contrários à Guerra do Iraque. “Vuille volta em julho para pintar mais gatinhos pela capital”, anuncia Seroussi.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s