Russomanno foca em saúde e desvia de manifestante em feira da Zona Sul

Foi o primeiro compromisso de campanha do candidato do PRB após o debate e o resultado da pesquisa do Ibope, em que ele aparece em primeiro lugar

Líder nas pesquisas de intenção de voto, o deputado federal Celso Russomanno, do PRB, visitou na tarde desta quinta-feira (25) uma feira livre em Cidade Ademar, na Zona Sul, para fazer sua campanha à Prefeitura de São Paulo.

+Pesquisa Ibope mostra Russomanno à frente na corrida pela prefeitura

Foi a primeira aparição pública do candidato na cidade após o debate de segunda passada na TV Bandeirantes e da divulgação da pesquisa do Ibope, em que aparece em primeiro lugar nas intenções de voto, com 33%. “Estou muito feliz em estar em primeiro, mas isso não sobe à cabeça. Vou continuar agindo como se estivesse em último”, ponderou ele.

Questionado sobre um possível segundo turno com Marta Suplicy (PMDB), que ocupa o segundo lugar nas pesquisas, o deputado desconversou. “Só falo de segundo turno quando eu também estiver lá”, afirmou.

Celso Russomanno em feira livre de SP

Celso Russomanno em feira livre de SP

Russomanno disse que o principal mote de sua campanha será a área de saúde. “Eu comecei minha vida política porque perdi minha mulher por negligência médica em um hospital. É hoje minha maior preocupação, e vamos trabalhar em cima disso”, explicou.

Enquanto circulava entre as barracas, o candidato parava para tirar selfies com feirantes e moradores e, vez por outra, falava que, se eleito, iria criar um cartão inteligente com chip, com todas as informações médicas do paciente. “Estamos falando de prevenção, que sai mais barato do que emergência”, complementava ele.

Um dos feirantes, o baiano Edson Pereira da Rocha, de 50 anos, dono de uma banca de tapiocas, resolveu protestar contra a passagem de Russomanno pelo local. Encheu sua barraca de cartazes dizendo que tinha vergonha dos políticos brasileiros e que estava cansado de tanta corrupção.

Feirante Edson Pereira da Rocha, de Cidade Ademar

Feirante Edson Pereira da Rocha, de Cidade Ademar

Ao passar por ela, o candidato desviou para a barraca da frente, de roupas, onde conversou por alguns minutos. Depois, seguiu adiante. “Sabia que isso iria acontecer”, lamentou Rocha, que trabalha na feira há dez anos. “Não é pessoal com o Russomanno, é com a política em geral. Mas como sabia que ele viria aqui, resolvi fazer esse ato.”

+Levy Fidelix é mais conhecido do que Doria, diz Ibope

O deputado já é uma figura conhecida pelo público há anos, sobretudo por causa de sua aparição como apresentador em programas da TV Record. Ainda assim, muita gente na feira, sobretudo os mais jovens, tinham dúvidas de quem era ele. “É o Celso Portiolli?”, perguntou o estudante Mateus dos Santos, de 7 anos, ao ver Russomanno passar. Ao receber a resposta, concluiu. “Ah, Celso Muçulmano.”

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s