O patrimônio de Ruy Ohtake

O arquiteto modernista do anos 70 não terá suas construções demolidas tão cedo

Em 2011, o advogado Emerson Scapaticio comprou uma casa de 420 metros quadrados na Zona Sul por 2,7 milhões de reais. Apesar de o projeto ter a assinatura de Ruy Ohtake, sua meta era botar o imóvel abaixo. “O pé-direito é baixo e há poucas janelas. Eu queria construir outra casa”, diz. Mas seu pedido de demolição à prefeitura levou o Conpresp a abrir um processo de tombamento dessa e de outras três residências modernistas concebidas pelo arquiteto nos anos 60 e 70. “Acabei com um mico nas mãos”, lamenta Scapaticio, que terá sua contestação apreciada pelo órgão nesta terça (13).

Confira outros três endereços assinados pelo arquiteto:

1964: Rua Doutor Mário Cardim, 204, Vila Mariana;

1970: Vila Mariana Rua Sanharó, 471, Jardim Guedala; 

1970: Rua Marechal do Ar Antonio Appel Neto, 35, Morumbi;

1972: Rua Dom Henrique, 507, Jardim Lusitânia (foto).

+ Apenas 1,5% dos carros da cidade são reciclados

+ Imóveis: quanto mais quartos, melhor

+ Campeonato de pipas será no Parque do Tietê

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s