O melhor da Mostra Internacional de Cinema

Crítico de cinema de VEJA SÃO PAULO, Miguel Barbieri Jr. conta quais são os filmes imperdíveis

 + Veja a programação completa

+ Saiba tudo sobre a Mostra Internacional de Cinema

+ Monte seu roteiro da 34ª Mostra Internacional de Cinema

+ Veja.com: 11 filmes imperdíveis da Mostra

A 34ª Mostra Internacional de Cinema que começa na próxima sexta (22) reúne mais de 470 filmes para serem vistos em 23 salas. Para ninguém ficar perdido, Miguel Barbieri Jr., crítico de cinema de VEJA SÃO PAULO, dá dicas dos melhores longas.

A mostra costuma trazer filmes premiados e neste ano há boas opções. O primeiro é ‘Um Lugar Qualquer’, o quarto longa-metragem da diretora Sofia Coppola, que fez ‘Encontros e Desencontros’, ‘As Virgens Suicidas’ e ‘Maria Antonieta’. O filme foi premiado em Veneza e fala sobre o relacionamento entre pai e filha. Outro destaque é o vencedor da Palma de Ouro em Cannes: ‘Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas’, filme indicado pela Tailândia para concorrer ao Oscar. Oterceiro premiado é ‘Turnê’, de Mathieu Amalric. Para quem não conhece, Amalric é o vilão de ‘007 – Quantum of Solace’. Esse é o seu primeiro filme como cineasta. O longa lhe rendeu o prêmio de direção em Cannes.

Da França, há três pedidas. ‘Gainsbourg – Vida Heróica’, narra a vida do cantor Serge Gainsburg, o famoso compositor de ‘Je t’aime moi non plus’. ‘Homens e Deuses’, de Xavier Beauvois, é o indicado do país para concorrer ao Oscar. E o documentário ‘O Louco Amor de Yves Saint Laurent’ retrata o relacionamento de cinquenta anos que o costureiro francês, ícone da moda, teve com Pierre Bergé. É quase uma confissão de Bergé contando como foi o período em que o Saint Laurent caiu em depressão e se envolveu com drogas, além de quando os dois moraram no Marrocos.

Outro filme bacana é ‘Uma Mulher, Uma Arma e Uma Loja de Macarrão’, de Yimou Zhang, que fez ‘Herói’ e ‘O Clã das Adagas Voadoras’. O longa é divertido, muito bem realizado e tem uma fotografia bonita. Também da China é ‘Revolução da Luz Vermelha’, a história de um sujeito que não dá sorte na vida, não arranja emprego e decide abrir uma sex shop em um bairro carente.

Preste atenção também em ‘Mães’, de Milcho Manchevski (Macedônia); ‘Em Um Mundo Melhor’, de Susanne Bier (Dinamarca); ‘Fora da Lei’, de Rachid Bouchareb (Argélia); ‘Mamma Gogo’, de Fridrik Thor Fridriksson (Islândia); e ‘Se Eu Quiser Assobiar, Eu Assobio’, de Florin Serban (Romênia). Todos são filmes indicados por seus países para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro no ano que vem.

1/1
( / 34ª Mostra Internacional de Cinema)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s