Paulistano não sabe descartar lixo eletrônico

Cooperativa na Barra Funda opera abaixo da capacidade. Saiba onde deixar seus equipamentos antigos

Quase 100 toneladas de computadores e 2 200 toneladas de celulares são descartadas anualmente no Brasil, segundo a ONU. Esses e outros equipamentos eletrônicos necessitam de um descarte especial, pois são compostos de metais pesados e tóxicos. A questão é que, aparentemente, o paulistano não sabe onde fazer isso. Única cooperativa da capital especializada na reciclagem desse tipo de material, a Coopermiti (foto) está operando bem abaixo de sua capacidade por falta de matéria-prima, ou seja, lixo. Os resíduos podem ser entregues na sede da Barra Funda, depositados em pontos de coleta pela cidade (endereços em http://www.coopermiti.com.br) ou recolhidos pela empresa em um endereço indicado.  

+ Os países onde mais nascem filhos de paulistanos

+ Informatização ajuda a reduzir quase à metade prazo de tramitação de processos trabalhistas

+ Guia lista endereços de ONGs dedicadas a pessoas com deficiências

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s