História em quadrinhos coletiva

Criada por 356 cartunistas, ‘O Crime do Teishouko Preto’ está em exposição na Consolação

A ideia é curiosa: cada artista deve criar, no espaço de uma página, um capítulo da HQ O Crime do Teishouko Preto, adicionando ingredientes à trama. O projeto começou em 2008, com Gualberto Costa, dono da HQMIX Livraria, especializada em quadrinhos. Até agora já participaram 356 cartunistas, caricaturistas e grafiteiros, entre eles Laerte e Luke Ross, brasileiro que desenha o Capitão América, na Marvel.

“Queremos mostrar o trabalho da geração de hoje, de iniciantes a quase aposentados”, diz Costa. Existem duas cópias da obra: uma encadernada e outra com páginas separadas, para exposições. Ambas podem ser conferidas na HQMIX (Praça Roosevelt, 142, Consolação, Tel.: 11 3259-1528), aberta de segunda a quinta, das 15h à meia-noite, e às sextas e sábados, das 15h às 3h.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s