“Guia do Passado” faz roteiro histórico da década de 50

Livro fala sobre o Cine Marabá, Marrocos e Paissandu em capítulo sobre chanchadas

Inaugurado em 1945, na Avenida Ipiranga, o Cine Marabá tinha capacidade para 1.655 pessoas e integrava a Cinelândia paulistana, que concentrou algumas das mais charmosas salas da cidade durante os anos 40 e 50. Fechado em 2007 após anos de decadência, foi reformado e reaberto dois anos depois. Ao lado de outros ícones, como Marrocos, Paissandu, Metro e Comodoro, é um dos cinemas retratados no capítulo sobre chanchadas do “Guia do Passado” (Editora Casa da Palavra, 224 páginas, 39,90 reais), de Ronaldo Conde Aguiar, espécie de roteiro histórico da década de 50.


+ Cine Marabá: é a volta da Cinelândia?

+ Cine Belas Artes deixará saudade?

+ O que andaram falando no saguão do Belas Artes

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s