Esculturas mudam de lugar pela cidade

Levantamento mostra que 63 das 400 obras na capital já trocaram de endereço pelo menos uma vez

São recorrentes os casos de monumentos retirados do seu local original e levados para outros pontos da capital. Também não é incomum que esculturas emblemáticassejam transportadas para depósitos e sumam da vista dos paulistanos. Um levantamento recente mostrou que 63 das 400 obras espalhadas pela cidade mudaram de endereço pelo menos uma vez.

+ Confira o roteiro de exposições

Das que trocaram de lugar, 40% passaram por duas a cinco localizações (confira alguns casos no quadro abaixo). Os dados foram reunidos no Guia dos Monumentos Nômades, compilado pela professora Giselle Beiguelman, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. A obra está sendo apresentada namostra Memória da Amnésia, no Arquivo Histórico Municipal, na Luz, ao lado de ensaios fotográficos sobre o tema.

O outro resultado da pesquisa é ainda mais impressionante: com a ajuda de guindastes, a estudiosa levará para a exposição algumas esculturas que andavam “escondidas”, como o Monumento a Olavo Bilac e o Monumento aos Heróis da Aviação.

tabela misterios 1 arte

tabela misterios 1 arte

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s