Cartas da edição 2498

Capa

As crianças mencionadas na reportagem “Um lar para os filhos do crack” (5 de outubro), publicada na última edição da revista, sofreram uma metamorfose deslumbrante. Herdeiras de um futuro tenebroso, passaram a vivenciar carinho, refeições, afeto, cultura, união e esperança. Augusto Silva

Uma bela lição de humanidade e cidadania deixada pelos pais. Essas famílias são ícones para que possamos seguir juntos na caminhada rumo a um mundo melhor. Auro Nomizo via Facebook

Memória

Fiquei encantado e comovido com a gostosa e deliciosa homenagem ao restaurante Massimo (“Italiano classe A”, 5 de outubro). A Vejinha sempre se preocupou e nunca poupou esforços para documentar e valorizar a gastronomia paulista. Aplausos e desejos de muito, muito sucesso sempre! Massimo Ferrari

Uber

Se eu fosse motorista do aplicativo, evitaria atender às regiões onde esses casos mais acontecem (“O Uber na mira do crime”, 5 de outubro), assim como fazem os taxistas. José Cohen via Facebook

Mario Viana

A crônica “Os Valentões do Facebook” (5 de outubro) é sensível, real e consoladora para quem, como eu, acha que “ter tudo na telinha mais próxima é um risco”. Onde vamos parar? Sandra Orsi

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s