Conheça modelos de bicicletas elétricas

Permitidas em ciclovias em velocidade máxima de 25 quilômetros por hora, elas são alimentadas por baterias recarregáveis

Com a expansão da malha cicloviária na cidade, muita gente tem adotado o uso da bicicleta para fugir do trânsito. Para quem precisa encarar algumas subidas e não deseja chegar suado ao trabalho, a bicicleta elétrica pode ser uma boa aliada, desde que atenda aos requisitos exigidos pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). 

Segundo a resolução número 465 do órgão, as bicicletas elétricas são dispensadas de registro, tributação, habilitação e seguro obrigatório desde que tenham limite de potência de 350 watts e velocidade máxima de 25 km/h. Também não pode haver acelerador ou dispositivo de variação manual de potência e o motor só pode funcionar quando o condutor estiver pedalando. O documento ainda exige a utilização de indicador de velocidade, campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral, espelhos retrovisores em ambos os lados da bicicleta, pneus em condições mínimas de segurança e o uso do capacete pelo ciclista.

A alimentação acontece por bateria recarregável. Características como voltagem variam conforme o modelo. Em algumas, a bateria é instalada no quadro; em outras, no bagageiro.

+ Dez lugares para comprar bicicletas e acessórios

+ Justiça libera segunda cota do volume morto do Cantareira

Confira na galeria de fotos acima bicicletas elétricas que estão de acordo com a resolução para serem usados na ciclovia e também outros modelos de veículos que pedem autorização.

Na loja General Wings, na Vila Olímpia, especializada em bikes elétricas, é possível encontrar produtos de produção própria e acessórios de marcas variadas. Para quem quer conforto, a Villagio Colori é unissex e tem várias opções de cores, por R$ 3 890,00. Já a 3 Toros tem quadro esportivo, aro 29 e suspensão de alumínio. A loja dispõe de assistência técnica e os produtos têm garantia.

 

+ Aeroporto de Viracopos inaugura novo terminal de passageiros

Na EBike Store, em Perdizes e Vila Olímpia, a Sense Wind foi desenhada para homens executivos, especialmente com altura acima de 1,80 metro, e custa R$ 2 990,00. A Sense Easy é dobrável e custa R$ 3 590,00. Ambas têm garantia e a loja oferece assistência técnica. Lá também é possível encontrar bikes convencionais. 

Bike Elétrica SENSE WIND 24V R$ 2290,00

Bike Elétrica SENSE WIND 24V R$ 2290,00

+ Bicicleta vence metrô, carro e ônibus em desafio da mobilidade

A E-town aro 26 pode ser encontrada na Scattone Bikes, por R$ 3 220,00. A loja de bairro oferece serviço de oficina e diversos acessórios e modelos de bicicletas.

Com preço menor, a E-Totem E-Fold é dobrável e pode ser encontrada por R$ 2 699,00, na Moema Bike, que dispõe de oficina e variedade de produtos de ciclismo.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s