Thiago Castanho é o apresentador do reality Cozinheiros em Ação

Titular do premiado Remanso do Bosque, em Belém, ocupa o posto deixado pelo chef e padeiro francês Olivier Anquier

Entre as tantas competições culinárias que habitam a TV brasileira, o programa Cozinheiros em Ação tem novo apresentador e com tempero nacional. É o chef Thiago Castanho, dos restaurantes paraenses Remanso do Peixe e Remanso do Bosque, pelos quais foi eleito três vezes chef do ano pela edição Veja Comer & Beber Belém. Castanho tem a difícil missão de substituir o colega simpatia da telinha Olivier Anquier, que permaneceu à frente daquele que o próprio Anquier chama de primeiro reality do gênero no Brasil, apresentado desde sua estreia no canal pago GNT.

Castanho se tornou titular de maneira tão surpreendente quanto o anúncio da saída de Anquier, feita pelo diário carioca O Globo, do mesmo grupo do GNT. Uma nota publicada em 29 de março informava que para o lugar de Anquier depois de “19 anos de programas no canal — com alguns hiatos”, o “Cozinheiros em ação”, seria “apresentado por Jefferson e Janaína Rueda, os donos da Casa do Porco e do Bar da Dona Onça, em São Paulo”. A dupla não se confirmou como titular como informa a assessoria do GNT por questões contratuais, sem dar mais detalhes. Uma pena. É a segunda vez que Jefferson Rueda, um dos maiores cozinheiros paulistanos, está para debutar na TV, mas não se concretiza. Só para lembrar, ele era o primeiro nome para comandar Cozinha Sob Pressão – Hell’s Kitchen, no SBT, e também desistiu. Você pode ler em nota aqui do blog.

Castanho: três vezes eleito chef do ano por Veja Comer & Beber Belém (Foto: Ligia Skowronski) (Ligia Skowronski/Veja SP)

Castanho foi convidado para assumir a titularidade em cima da hora. Conversei com ele por telefone na noite de quinta passada, quando ele tinha acabado de fechar com o GNT. Nessa mesma noite, ele ainda estava em Belém, onde se preparava para fazer a inauguração oficial do Balcão Remanso, bar que passou a ocupar parte do Remanso do Bosque, em frente à cozinha do restaurante, e tem drinque do paulista Kennedy Nascimento, do Grupo Vegas que inclui o paulistano Riviera, que assinou a carta de coquetéis. Para completar, serve pedidas como o bao de peixe frito com açaí (pão de açaí no vapor recheado de peixe empanado na farinha d’água, chicória e pimenta) e o pãozinho de tapioca com barriga de porco misso e picles de chuchu.

O chef paraense, que duas semanas atrás gravou uma participação especial no MasterChef Brasil, o reality mais famoso do Brasil, diz que Cozinheiros em Ação “é um reality bem familiar. Não faremos como MasterChef que detona quem não passa. Eu não gosto disso. Dos jurados, só a Paola é um pouquinho diferente, mas mesmo assim ela é durona” avalia o novo concorrente. Também enfatiza que na participação que fez no MasterChef, avaliou os concorrente com carinho.

Na quinta, Castanho ainda não sabia quais seriam as equipes que enfrentaria no estúdio no dia seguinte – a primeira gravação começou às 13h de quinta. “Estou com todo o material, mas não tiver tempo de ler. Farei isso com calma no avião.”

Ligia Karazawa: responsável pelo restaurante Brace e uma das juradas (Foto: divulgação) (Divulgação/Veja SP)

Com previsão de estreia em agosto, a próxima temporada de Cozinheiros em Ação tem gravações marcadas até 21 de abril no Estúdio Quantas, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Volta a ser formato original com duplas de famílias para cozinhar e disputar o prêmio no fim da disputa. Além de Castanho na mentoria, estarão em cena o trio de jurados composto por Rusty Marcellini (ex-Expedição Fartura Brasil, do qual participou por quatro anos com pesquisas e viagens pelo Brasil, comentarista da CBN e do programa Encontro com Fátima Bernardes), Dona Carmem Virginia Santos (do restaurante Altar Cozinha Ancestral, em Recife) e Ligia Karazawa (do restaurante Brace, no Eataly paulistano).  A novidade é o tema dos episódios: uma fazenda contemporânea.

Conversei com Castanho no fim de semana. Ele garante que as gravações estão divertidíssimas. Em especial, aponta os embates entre os jurados  Marcellini e Carmen Virginia. “Muitas vezes, eles têm opiniões diferentes. E daí rola uma discussão engraçada”, adianta.

Responsável pela produtora do programa, a Moonshot Pictures, o jornalista Roberto d’Avila fez questão de explicar por e-mail o que motivou o clima rural. “Esse é um tema que ainda não havia sido explorado nas temporadas anteriores. Sentimos falta em nos aprofundar mais na nossa rica culinária de fazenda, de interior. O Cozinheiros sempre foca muito na comida regional e caseira, e nessa temporada, quisemos dar um passo além, que é essa culinária raiz de fazenda”, diz. No total, disputam o prêmio 18 participantes, ou nove duplas familiares.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s