Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

SP antecipa entrega de 54 milhões de doses da Coronavac a Ministério

A chegada do lote que foi adquirido na terça (16) deve ser adiantada em um mês

Por Redação VEJA São Paulo 17 fev 2021, 17h35

O governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira (17), que o Instituto Butantan vai antecipar a entrega de mais 54 milhões de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde. Segundo o governo do estado, a aquisição adicional de imunizantes será finalizada em agosto. 

O aditivo vai resultar em 100 milhões de vacinas contra a Covid-19 produzidas em São Paulo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac, para todo o Brasil. “Inicialmente prevista para o final de setembro, a entrega de 54 milhões de doses da vacina do Butantan será feita até o fim do mês de agosto”, afirmou o governador.

Na tarde de ontem (16), o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan assinaram o contrato de compra destas 54 milhões de doses da Coronavac para o PNI (Plano Nacional de Imunizações). “Neste momento, é a única vacina que está sendo usada em grande volume no Brasil. Isso traz uma responsabilidade muito grande para o Butantan”, declarou Dimas Covas, diretor do instituto.

João Doria ainda anunciou que o laboratório paulista deve entregar um lote com 3,4 milhões de doses da vacina CoronaVac para o governo federal a partir da próxima terça-feira (23). Serão liberadas 426 mil doses diariamente durante oito dias. Esta leva faz parte de um lote de 17,3 milhões de doses que estão em processo de produção no Butantan.

Em nota, o governo de São Paulo afirmou que, até o momento, em parceria com o Instituto Butantan, já entregou 9,8 milhões de vacinas ao PNI. A partir da próxima semana, o laboratório paulista se comprometeu a começar a entregar parte de uma nova carga de 17,3 milhões de vacinas fabricadas com o IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) enviado neste mês pelo Sinovac. 

Segundo o governo, o Butantan já solicitou uma nova leva de 8 mil litros de IFA para o laboratório chinês e aguarda a liberação.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade