Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

São Paulo tem primeira confirmação de pet com Covid-19

Gata de seis anos é o décimo quarto animal doméstico com a doença no país; "não há risco de transmitirem para humanos", diz responsável por estudo

Por Pedro Carvalho 11 mar 2021, 18h13

Uma gata de seis anos, sem raça definida, é o primeiro caso confirmado de um pet com Covid-19 em São Paulo.

A gata teve os testes coletados em 22 de dezembro, após a dona contrair o novo coronavírus, mas os resultados só ficaram prontos nesta quinta-feira (11).

É o décimo quarto caso de pet com a doença no Brasil. A contaminação em animais domésticos no país tem sido monitorada por um grupo de estudos chamado PetCovid19.

A gata chegou a apresentar sintomas como tosse, espirros e diarreia. Como a Covid-19 normalmente não causa complicações de saúde em animais, o grupo irá estudar a possível presença de outros vírus no pet.

“Até o momento, o que se sabe é que não existe risco de animais transmitirem para humanos. São os humanos que vêm transmitindo para esses animais”, diz Rafael Agopian, coordenador do PetCovid19 em São Paulo. “É isso que observamos na dinâmica de circulação do vírus em casas que tinham humanos e animais infectados”, ele explica.

Para evitar o contágio de pets, as recomendações são as mesmas que para os humanos: manter o distanciamento. “Se você contrair Covid-19, evite beijar ou abraçar os animais”, diz Agopian.

Continua após a publicidade
Publicidade