Clique e assine por apenas 6,90/mês

Quarentena em SP será prorrogada com restrições mais rígidas

Secretário da Saúde afirmou que Bruno Covas já tomou a decisão de que não tem "como relaxar nas medidas de isolamento"

Por Redação VEJA São Paulo - 30 abr 2020, 09h04

A cidade de São Paulo terá a quarentena prorrogada após o dia 10 de maio e vai adotar restrições mais rígidas para impedir o avanço do coronavírus na cidade, segundo matéria publicada no site G1. Nesta quarta-feira (29), a cidade registrava 1 456 mortos pela doença.

“Já há uma decisão tomada, nós não temos como relaxar as medidas de isolamento a partir do dia 10 de maio. Na capital é absolutamente impossível fazermos isso, ao contrário, nós estamos iniciando uma discussão na prefeitura para que a gente possa fortalecer algumas dessas medidas para que a gente consiga fazer com que o isolamento na cidade possa crescer desse patamar de 48%”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido ao site.

Assine a Vejinha a partir de 6,90.

A partir do dia 11 de maio, o governo do estado deve flexibilizar o funcionamento do comércio em algumas regiões em que há poucos casos da Covid-19.

Publicidade