Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Insumos para produção da CoronaVac chegam na segunda, diz Dimas Covas

De acordo com o diretor do Instituto Butantan, o novo lote vai produzir cerca de 5 milhões de doses da vacina; atraso atrapalhou cronograma

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 abr 2021, 11h44 - Publicado em 15 abr 2021, 11h42

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, disse que os 3 mil litros de insumo para produção de doses da CoronaVac chegam a São Paulo na próxima segunda-feira (19). A confirmação foi dada em entrevista à GloboNews na manhã desta quinta (15).

“Vai chegar no dia 19. Está certo, o voo já está confirmado. Chegará no dia 19, logo pela manhã”, disse Dimas. De acordo com ele, o novo lote vai produzir cerca de 5 milhões de doses da vacina. As novas doses devem começar a ser entregues a partir do dia 3 de maio ao governo federal.

Inicialmente, a ideia era concluir a entrega das 46 milhões de doses da CoronaVac previstas no primeiro contrato até 31 de abril, mas atrasos na liberação do IFA impediram o cumprimento do prazo. A entrega total deve ser realizada até o dia 10 de maio.

“Ocorreu neste início de mês um atraso na matéria-prima e com essa chegada na próxima segunda tenho a expectativa que esse fluxo regularize. O Butantan já entregou mais de 40 milhões de doses, até segunda-feira serão mais de 42 milhões. Esperamos cumprir até agosto o compromisso de entregar 100 milhões de doses”, completou Dimas Covas, referindo-se ao outro contrato acordado.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade