Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Brasil recebe lote de vacinas da Janssen contra Covid-19

Remessa chegou nesta sexta (25) em Viracopos; imunizante requer dose única

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 25 jun 2021, 15h24 - Publicado em 25 jun 2021, 15h22

Um lote com 2,05 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19, doadas pelos Estados Unidos e sem relação com o consórcio Covax Facility, chegou ao Brasil na manhã desta sexta-feira (25). O avião com os imunizantes saiu de Fort Lauderdale na noite de quinta (24) e chegou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, no interior. A vacina da farmacêutica Johnson&Johnson requer apenas uma dose para a imunização completa, diferentemente das demais vacinas contra a doença disponíveis até o momento.

Essa remessa faz parte das 3 milhões de doses que o governo estadunidense afirmou que doaria ao Brasil. O Ministério da Saúde informou inicialmente que todas as doses chegariam no mesmo voo, mas, por conta do peso, o lote precisou ser fracionado. As 942 000 doses restantes têm chegada prevista para a manhã deste sábado (26), também em Viracopos. As doses doadas pelos EUA serão distribuídas pelo governo federal para todos os estados do país.

A chegada das vacinas da Janssen teve a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, além do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), e outras autoridades.

A doação das 3 milhões de doses ao Brasil é a maior já feita pelo governo dos EUA a qualquer país até agora. O principal assessor do presidente Joe Biden para a América Latina, Juan Gonzales, afirmou que a doação ao Brasil reflete “o foco dos EUA para combater a Covid numa das regiões mais afetadas pela pandemia”.

Além de requerer dose única para imunização, a vacina da Janssen pode ser armazenada por pelo menos 3 meses em geladeira comum, com temperaturas de 2°C a 8°C. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial do imunizante no Brasil em 31 de março de 2021. As doses da Janssen também tiveram sua validade estendida recentemente pelo órgão de Saúde federal, de 27 de junho para agosto.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade