Clique e assine por apenas 6,90/mês

Club Yacht

(Desde 2012)

Tipos de Baladas: Estilos variados

VejaSP:

Endereço: Rua Treze De Maio, 703 - Bela Vista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 31047157

Site: http://clubyacht.com.br

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira - Fechado

quarta-feira 00:00 - Último cliente

quinta-feira 00:00 - Último cliente

sexta-feira 23:30 - Último cliente

sábado 23:30 - Último cliente

domingo - Fechado

Informações adicionais: Entrada (R$ 100.00) (1), Estacionamento/Valet (R$ 20.00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (500)(1)R$ 40,00 a R$ 100,00

Resenha por Carolina Giovanelli

Ex-dono da Ultralounge, point chique dos gays no começo dos anos 2000, o promoter Bob Yang resolveu reviver os tempos de seu falecido clube em uma única festa no Lions, em 2010. O sucesso foi tanto que em dois meses a folia havia se tornado semanal e está durando até hoje. Percebendo aí uma oportunidade de negócio, ele se juntou a duas outras figuras de peso da cena, Facundo Guerra e Cacá Ribeiro, e inaugurou no começo do ano o clube Yacht, na Bela Vista, bem próximo ao Clube Glória. De temática náutica (com direito a aquário, estátua de Iemanjá e barmen vestidos como marinheiros), o local vira palco para um pessoal bonito e bem arrumado. Às quartas, a Lux foca o pop dos anos 80 até os dias atuais. O público hétero de estilos moderninho e fashionista toma conta do lugar para ouvir indie rock às sextas. Pop, house e outros gêneros eletrônicos embalam os sábados, no projeto Shout.

    Ex-dono da Ultralounge, point chique dos gays no começo dos anos 2000, o promoter Bob Yang resolveu reviver os tempos de seu falecido clube em uma única festa no Lions, em 2010. O sucesso foi tanto que em dois meses a folia havia se tornado semanal e está durando até hoje. Percebendo aí uma oportunidade de negócio, ele se juntou a duas outras figuras de peso da cena, Facundo Guerra e Cacá Ribeiro, e inaugurou no começo do ano o clube Yacht, na Bela Vista, bem próximo ao Clube Glória. De temática náutica (com direito a aquário, estátua de Iemanjá e barmen vestidos como marinheiros), o local vira palco para um pessoal bonito e bem arrumado. Às quartas, a Lux foca o pop dos anos 80 até os dias atuais. O público hétero de estilos moderninho e fashionista toma conta do lugar para ouvir indie rock às sextas. Pop, house e outros gêneros eletrônicos embalam os sábados, no projeto Shout.