Clique e assine com até 89% de desconto

Chimichurri Parrilla

(Desde 2019)

Tipos de Bares: Churrasco

VejaSP:

Endereço: Avenida Professor Alfonso Bovero, 730 - Perdizes - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 38719373

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 18:00 - 22:00

quarta-feira 18:00 - 22:00

quinta-feira 18:00 - 22:00

sexta-feira 18:00 - 22:00

sábado 13:00 - 22:00

domingo 12:30 - 17:00

Informações adicionais: Entrega em domicílio, Lugares/Capacidade total (23), Levar vinhos (permite) (R$ 30,00)

Resenha por Saulo Yassuda

As empanadas do chef Tomás Peñafiel carregam certo ativismo. “Quero divulgar a versão frita, muito consumida no interior da Argentina”, afirma. A clientela que vai ao boteco de churrasco Chimichurri Parrilla parece endossar a militância do cozinheiro argentino nascido por acaso em São Paulo e criado na pequena Tres Arroyos, a 500 quilômetros de Buenos Aires. O petisco é um sucesso. A massa do pastel típico (R$ 9,00), feita só com farinha, banha e água, fica dourada depois da rápida passagem pelo óleo pelando. Ganha o recheio úmido de carnes picadas irregularmente — além de coxão mole, podem ir aparas de bife ancho, de chorizo e de lagarto de wagyu — com manteiga, cebola e cebolinha, vinho tinto e pimentão vermelho temperados com páprica defumada, cominho e pimenta seca. Complementam a mistura pedaços de ovo cozido, azeitona verde e elas, as polêmicas uvas-passas. “Dá um equilíbrio perfeito”, defende. Também é ótima a versão de queijo muçarela, tomate assado e pesto. Um terceiro sabor varia semanalmente — pode ser costela suína com abóbora. É recomendável não exagerar nos petiscos, para provar o que sai da grelha, como o short rib com legumes tostados e molho chimichurri (R$ 55,00, 350 gramas). Poucas opções de vinhos e cervejas molham as garganta, entre elas a uruguaia Zillertal (R$ 27,00, 970 mililitros).

Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.

    As empanadas do chef Tomás Peñafiel carregam certo ativismo. “Quero divulgar a versão frita, muito consumida no interior da Argentina”, afirma. A clientela que vai ao boteco de churrasco Chimichurri Parrilla parece endossar a militância do cozinheiro argentino nascido por acaso em São Paulo e criado na pequena Tres Arroyos, a 500 quilômetros de Buenos Aires. O petisco é um sucesso. A massa do pastel típico (R$ 9,00), feita só com farinha, banha e água, fica dourada depois da rápida passagem pelo óleo pelando. Ganha o recheio úmido de carnes picadas irregularmente — além de coxão mole, podem ir aparas de bife ancho, de chorizo e de lagarto de wagyu — com manteiga, cebola e cebolinha, vinho tinto e pimentão vermelho temperados com páprica defumada, cominho e pimenta seca. Complementam a mistura pedaços de ovo cozido, azeitona verde e elas, as polêmicas uvas-passas. “Dá um equilíbrio perfeito”, defende. Também é ótima a versão de queijo muçarela, tomate assado e pesto. Um terceiro sabor varia semanalmente — pode ser costela suína com abóbora. É recomendável não exagerar nos petiscos, para provar o que sai da grelha, como o short rib com legumes tostados e molho chimichurri (R$ 55,00, 350 gramas). Poucas opções de vinhos e cervejas molham as garganta, entre elas a uruguaia Zillertal (R$ 27,00, 970 mililitros).

    Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.