Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cena Jockey

Tipos de Restaurantes: Variados

VejaSP:

Endereço: Avenida Lineu de Paula Machado, 1263 - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30340428

Horário:

segunda-feira 12:00 - 15:00

terça-feira 12:00 - 15:00

quarta-feira 12:00 - 15:00

quinta-feira 12:00 - 15:00

sexta-feira 12:00 - 15:00

sábado 12:00 - 17:00

domingo 11:00 - 17:00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (250), Levar vinhos (permite) (R$ 70,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato

É daqueles lugares que enchem os olhos. Para chegar a um dos novos restaurantes do Jockey Club de São Paulo, é preciso galgar um lance de escadas com dezenove degraus de mármore branco na entrada principal da sede do hipódromo. É nessa imponente edificação de linhas art déco com projeto do arquiteto Elisário Bahiana, finalizado em 1941 e, posteriormente, remodelado pelo francês Henri Sajous, que fica o Cena Jockey. Prefira um dos lugares na varanda, de onde se tem uma vista privilegiada da pista de corrida — embora não disponha de ar-condicionado, é ainda mais agradável que o confortável salão. Essa é uma parceria dos proprietários do ótimo Balsamico Buffet, de Enio Gonçalves, com Marcelo Guimarães, do Nino Cucina e outras casa lideradas por Rodolfo De Santis. a cozinha teve consultoria de Ivo Lopes, que fez sua formação junto de Paulo Barros no Due Cuochi Cucina e passou por inúmeras casas, entre elas o Romeo Trattoria, no Tatuapé. Para começar, a porção de coxinhas (R$ 27,00) vem dourada e crocante. No cardápio montado por ele, também agradam as opções de massa de entrada, como o ravióli recheado de ricota com cebolinha, creme de parmesão e uma gema caipira, que escorre ao ser cortada (R$ 32,00) — não se surpreenda se tiver provado algo semelhante no Due Cuochi. Da seleção de pratos principais, a costelinha de porco cozida em baixa temperatura, que poderia ser um pouco menos gordurosa, vem acompanhada de purê de mandioquinha (R$ 76,00). No arremate, o tiramisu (R$ 21,00) é oferecido numa taça de coquetel.

Informações checadas em novembro de 2019.

    É daqueles lugares que enchem os olhos. Para chegar a um dos novos restaurantes do Jockey Club de São Paulo, é preciso galgar um lance de escadas com dezenove degraus de mármore branco na entrada principal da sede do hipódromo. É nessa imponente edificação de linhas art déco com projeto do arquiteto Elisário Bahiana, finalizado em 1941 e, posteriormente, remodelado pelo francês Henri Sajous, que fica o Cena Jockey. Prefira um dos lugares na varanda, de onde se tem uma vista privilegiada da pista de corrida — embora não disponha de ar-condicionado, é ainda mais agradável que o confortável salão. Essa é uma parceria dos proprietários do ótimo Balsamico Buffet, de Enio Gonçalves, com Marcelo Guimarães, do Nino Cucina e outras casa lideradas por Rodolfo De Santis. a cozinha teve consultoria de Ivo Lopes, que fez sua formação junto de Paulo Barros no Due Cuochi Cucina e passou por inúmeras casas, entre elas o Romeo Trattoria, no Tatuapé. Para começar, a porção de coxinhas (R$ 27,00) vem dourada e crocante. No cardápio montado por ele, também agradam as opções de massa de entrada, como o ravióli recheado de ricota com cebolinha, creme de parmesão e uma gema caipira, que escorre ao ser cortada (R$ 32,00) — não se surpreenda se tiver provado algo semelhante no Due Cuochi. Da seleção de pratos principais, a costelinha de porco cozida em baixa temperatura, que poderia ser um pouco menos gordurosa, vem acompanhada de purê de mandioquinha (R$ 76,00). No arremate, o tiramisu (R$ 21,00) é oferecido numa taça de coquetel.

    Informações checadas em novembro de 2019.