Continua após publicidade

Prefeitura pretende criar programa para ajudar blocos de Carnaval

Sem recursos de patrocínios e de desfiles, grupos recorreram à secretária Aline Torres

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
8 jan 2022, 11h25

A prefeitura paulistana quer criar um programa de fomento aos blocos de rua depois do cancelamento do Carnaval pelo segundo ano seguido.

Além de São Paulo, outras 12 capitais cancelaram os festejos em vias públicas: Campo Grande, Cuiabá, Teresina, Belém, Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro, Florianópolis e Curitiba, São Luís, Recife e Maceió.

A ideia do programa da gestão de Ricardo Nunes é destinar algum recursos por meio de atividades ligadas à Secretaria Municipal de Cultura, sob o comando de Aline Torres. A forma como ocorrerá a ajuda ainda não foi definida e será discutida nos próximos dias.

Até o anúncio do cancelamento do Carnaval, cerca de setecentos blocos estavam inscritos.

Os desfiles das escolas de samba foram mantidos caso a Liga aceite os protocolos sanitários impostos. A festa deve acontecer no Sambódromo do Anhembi nos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro.

Continua após a publicidade

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.