Clique e assine com até 89% de desconto

Masp derruba paredes e monta exposição na frente do público

Processo faz parte de retomada do projeto original de Lina Bo Bardi

Por Laura Ming Atualizado em 5 dez 2016, 13h41 - Publicado em 24 dez 2014, 11h51

Quem passear pelo Masp nos próximos dias irá encontrar um museu em transformação. Quando foi apresentado como novo diretor artístico em outubro, Adriano Pedrosa anunciou que iria voltar a usar os cavaletes de vidro desenhados por Lina Bo Bardi. Agora, ele derruba paredes que a gestão anterior levantou no museu e traz de volta o projeto original da arquiteta italiana. No subsolo foram reveladas janelas que iluminam o local enquanto as antigas tábuas ainda estão jogadas no chão.

+Masp aumenta preço do ingresso 

+Masp irá resgatar os cavaletes de vidro; veja fotos antigas do local

No primeiro andar, começa a ser estruturada uma exposição que apresenta diferentes recortes da coleção do museu. Além de clássicos que o público já conhece bem como São Francisco recebendo os estigmas, de El Greco, Rosa e Azul – As meninas Cahen D´Anvers, de Renoir e Cinco Moças de Guaratinguetá de Di Cavalcanti, estão expostas telas que há muito estavam guardadas como as belas pinturas de Giovanni Boldini. As obras ainda estão sendo penduradas e, em alguns momentos, é possível observar a equipe curatorial trabalhando.

Continua após a publicidade
Publicidade