Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Love Story será cabaré com shows, performances e suítes de motel

Após fechar as portas, a tradicional boate vira uma nova empreitada e será rebatizada como 'Love Cabaret'; a inauguração é prevista para outubro

Por Humberto Abdo Atualizado em 2 jul 2022, 10h53 - Publicado em 1 jul 2022, 06h00

A tradicional boate Love Story vai virar um cabaré, com suítes de motel e performances artísticas. Rebatizada de Love Cabaret, a empreitada comandada por Facundo Guerra, Cairê Aoas e Lily Scott vai passar por uma reforma de três meses para a inauguração prevista para outubro.

+ Pelados em Moema: os bastidores da nova festa nudista de São Paulo

“Há seis anos tenho a vontade de repensar esse tipo de ambiente, que foi uma instituição importante nas décadas de 60 e 70, além de ter feito parte do movimento LGBTQIA+”, diz Facundo. “Mas depois esses lugares desapareceram.”

Projeto do ambiente interno da Love Cabaret
Luzes, danças e fetiches: projeto 3D da Love Cabaret, renomeada como a “casa de todos os corpos” Divulgação/Divulgação

Sem muitos espaços para se apresentar nos últimos anos, artistas independentes terão palco na nova casa noturna, segundo o empresário. “São pessoas que normalmente precisam ir para fora do país ou recorrer a raves underground. Queremos montar uma plataforma para todos conhecerem expressões com mágicas, drag queens e bondage (técnica de dominação com cordas)”, exemplifica.

“Olha que eu sou um homem vivido, mas já fizemos duas audições para as primeiras apresentações e vi coisas que dão vontade de chorar de tão lindas, como uma mulher de 70 anos fazendo pole dancing.”

Projeto do ambiente interno da Love Cabaret
Luzes, danças e fetiches: projeto 3D da Love Cabaret, renomeada como a “casa de todos os corpos” Divulgação/Divulgação

Nos andares superiores, cerca de trinta suítes da marca Lush vão funcionar 24 horas como uma espécie de motel anexo. “Fizemos uma pesquisa de mercado na Coreia do Sul e vimos muitos prédios verticais por lá, no modelo que queremos implantar”, diz Felipe Martinez, diretor da rede. “Os casais ainda serão nosso público, mas com a opção de diárias mais longas.”

Continua após a publicidade

+ G10 Favelas reúne famosos em jantar beneficente no Palácio Tangará

Além de investir 1 milhão de reais no projeto, os sócios da nova balada abriram espaço para interessados colocarem o próprio dinheiro por meio da startup chamado DiviHub — com cotas de 10 000 reais, vendidas por lotes, eles já arrecadaram 1 milhão. No total, os sócios esperam investir até 4 milhões, incluindo mais recursos próprios.

“Assim que divulguei a novidade, deixei claro que é um investimento de risco, mas não faria esse tipo de negócio se não acreditasse que será um sucesso”, ressalta Facundo. “Estou fazendo o lugar que gostaria de frequentar.”

Para mais novidades e destaques paulistanos, siga Humberto Abdo no Instagram e no Twitter.

+ Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 6 de julho de 2022, edição nº 2796

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês