Continua após publicidade

Sem tempo para nada, com Luís Mauro Sá Martino

Como tudo ficou tão acelerado e quais as alternativas realistas para mudar? Doutor em ciências sociais, Luis Mauro Sá Martino responde

Por Helena Galante Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
19 dez 2022, 00h15

Você tem sentido que está sem tempo para nada? No episódio #184 do podcast Jornada da Calma, Helena Galante conversa com o doutor em ciências sociais Luís Mauro Sá Martino sobre porque estamos com tanta pressa e nos sentindo tão cansados. “Uma sociedade que toma energético para acordar e remédio para dormir no mesmo dia tem algo de errado”, afirma Luís Mauro.

O pesquisador fala sobre ouvirmos mais o tempo do nosso próprio corpo e como podemos nos reconectar. “O que nos cansa demais é o fato de que cada instante do nosso tempo está ocupado. Uma parte dele é pelo trabalho, e ok: enquanto houver boletos, haverá tempo de trabalho. Uma boa parte do meu tempo já não é meu. A pergunta: é o que eu faço com o tempo que é meu?”, afirma o autor de Sem tempo para nada.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.