Continua após publicidade

Trajetória conturbada de intérprete de palhaço Bozo vai virar filme

Arlindo Barreto se envolveu com drogas e virou pastor evangélico

Por Carolina Giovanelli
Atualizado em 1 jun 2017, 16h26 - Publicado em 18 dez 2015, 23h00

A vida conturbada do baiano Arlindo Barreto vai virar filme. Filho da atriz Márcia de Windsor, o artista, hoje com 62 anos, foi um dos escolhidos para viver o papel do palhaço Bozo no SBT, de 1984 a 1986 — ele já havia atuado em novelas e peças de teatro, além de dirigir o Circo Vostok. O personagem era uma febre entre as crianças. Mas, enquanto divertia os pequenos, o astro (que nessa época teve um caso com a cantora Gretchen) aprontava nos bastidores e sofria com o vício em cocaína. Precisou ir ao ar numa ocasião com algodões no nariz para estancar o sangue pelo uso do pó.

+ Conheça a técnica de contorno de maquiagem inspirada em palhaços

Bozo Arlindo Barreto
Bozo Arlindo Barreto ()

Após um tombo no banho, em que quase morreu, foi parar no hospital. Ali, um líder religioso fez uma visita para lhe levar a palavra de Jesus. Barreto se converteu e deixou as drogas. Hoje, é pastor da Igreja Batista. Em seus cultos, às vezes encarna Mr. Clown, vestido a caráter, para pregar. O longa O Rei das Manhãs, estrelado por Vladimir Brichta e dirigido por Daniel Rezende, deve estrear entre o fim de 2016 e o começo de 2017.

Continua após a publicidade

+ Bete Dorgam e a filosofia do clown: “Comecei palhaça e vou morrer palhaça”

Na produção, porém, Bozo virou Bingo, para não mexer com os direitos autorais da marca americana criadora do personagem. Em tempo: outros dois intérpretes do palhaço tiveram problemas na carreira. O pioneiro brasileiro Wanderley Tribeck enfrentou o alcoolismo e também virou evangélico, e Marcos Pajé sofreu com a dependência de crack. Em 2013, a emissora de Silvio Santos tentou reviver o programa, mas sem sucesso. Ele ficou apenas três meses no ar.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.