Continua após publicidade

Reforma quase sem sufoco: depois

Limpar e decorar o ambiente reformado são as tarefas nesta etapa

Por Mariana Barros
Atualizado em 5 dez 2016, 16h16 - Publicado em 1 mar 2013, 16h57

A primeira providência quando a obra termina é fazer uma limpeza bem caprichada. Empresas como Líder Limpeza, Obra Clean e San Clean vivem do negócio de arrumar a bagunça. Cobram a partir de 8 reais o metro quadrado pelo trabalho. Com o espaço limpo, é hora de decorá-lo. Quem não deseja contratar ou não quer gastar com o projeto de um profissional pode optar por um serviço no estilo fastfood. As profissionais do escritório Arquitetura Paralela cobram 400 reais por uma consulta de noventa minutos em que usam fita crepe para fazer marcações e ajudar os clientes a decidir o que vai em cada lugar.

Para aqueles que têm preguiça ou dificuldade de criar uma decoração bacana, a loja on-line Dali Casa oferece quartos e salas prontos. Armários da cozinha, closets e a bagunça das crianças ficam em ordem com a ajuda de organizadores profissionais, que também se encarregam de desencaixotar e arrumar o que ficou guardado durante a reforma. Os especialistas cobram em torno de 600 reais a diária de sete horas de arrumação ou 80 reais a hora da consultoria. 

+ Reforma quase sem sufoco

+ Em vídeo: profissionais da reforma ganham quase 30 mil reais por mês

Continua após a publicidade

 

Faxina pós-obra

Líder Limpeza. Telefone 2594-7898/5011-0257.

Continua após a publicidade

Obra Clean. Telefone 3865-1786.

San Clean. Telefone 2289-0582.

 

Organizadores pessoais

OZ!

Sem Bagunça. Telefone 98283-0077

Continua após a publicidade

Vera Corradi. Telefone 2842-7100

 

QUARTO EM UM CLIQUE

Continua após a publicidade

A consultora de imagem Cristina Scalon não tem a menor dificuldade em combinar peças de roupa. Quando o assunto é decoração, porém, ela se acha uma negação. Para repaginar o quarto dos filhos Barbara, 8, e Arthur, 5, Cristina recorreu ao site Dali Casa, que oferece ambientes prontos. Em poucos cliques, várias peças (cômoda, tapete, colcha, almofadas, quadros, lustre etc.) foram entregues em sua casa. “Economizei no projeto de decoração para investir em peças bacanas.” 

FITA CREPE E JOGO DE CINTURA

Cansadas de tirar as dúvidas de amigos sobre reforma e decoração, as arquitetas Debora Racy e Nicole Sztokfisz montaram uma consultoria. Sócias do escritório Arquitetura Paralela, elas criaram o Paralela 90, um atendimento em domicílio de noventa minutos em que respondem às mais variadas questões sobre obras e, munidas de fita crepe, fazem marcações para a futura mobília. Esboços de projetos de reforma, cronograma e indicação de fornecedores e de mão de obra estão incluídos no pacote, que sai por 400 reais. “Acompanhamos o desenrolar das atividades por e-mail e aplicativos de bate-papo”, diz Debora. “As pessoas gostam do que é instantâneo.” 

Continua após a publicidade

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.